X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Colaborativo

Afinal, o que querem as mulheres?

Afinal, o que querem as mulheres?

Antes profissionais de carreira ou donas de casa, hoje as mulheres representam 52% do empreendedores do país, e não param de crescer


Antes profissionais de carreira ou donas de casa, hoje as mulheres representam 52% do empreendedores do país, e não param de crescer

Femininas em suas lideranças e multitarefas, as mulheres empreendem mais que os homens nos dias de hoje. Isso seria consequência da evolução da mulher no mercado de trabalho, ou necessidade?

Isso ninguém afirma com clareza, e o que se sabe de fato é que uma em cada três mulheres no Brasil chefia seus lares e o próprio negócio.

Assim, os ganhos financeiros, a flexibilização do tempo e o prazer em ter seu próprio negócio fazem delas um novo segmento.

Outro ponto a considerar sobre a empreendedora é a facilidade em se comunicar, acarretando compartilhamento de informação, menores dificuldade em expor suas fraquezas, e assim sensibilizam e estimulam mais mulheres a empreender.

A participação da mulher no mercado empreendedor nunca foi fácil, e a melhor maneira que ultrapassar estas barreiras é a formatação de grupos e entidades de classe eficientes, que deem suporte às mulheres de negócios.

E afinal, o que querem as mulheres? Dominar o mundo? Não, isso nós já fizemos. A meta agora é alavancar cada vez mais a economia com negócios empreendedores, e estabelecer de vez números marcantes, distinguindo o empreendedorismo habitual do nosso.

___

Este artigo foi escrito por Maria Augusta Ribeiro do Blog Belicosa.

Comente este artigo

Populares

Topo