X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Colaborativo

O desafio de se criar novos empreendedores


Internet Trends 2019Powered by Rock Convert

Nasce no Chile o primeiro bootcamp internacional de empreendedorismo da América Latina, com sonhos, histórias e desafios únicos

Filho o que você quer ser quando crescer? Pai, quero ser empreendedor.

Acredito que muitos de vocês não tiveram essa resposta, bem, nem eu. Mas o que aprendemos na escola desde o primário? Primeiro de tudo, quem manda na sala é a professora e o conhecimento está centralizado nela.

Quando cheguei em Santiago, confesso que estava um pouco perdido e sem saber o que esperar. Eu mal sabia, mas dentro de dois meses estaria recarregado e pronto para meus próximos desafios.

Minha vida até um ano atrás estava uma montanha russa. A sociedade que eu havia montado com um francês e um inglês tinha chegado ao fim de uma forma violenta. Esse era um projeto que eu tinha colocado parte de meus últimos seis anos, era meu sonho desde quando larguei minha faculdade para seguir esse caminho.

Há três meses atrás eu acredito que estava talvez no ponto mais baixo da minha vida, os problemas resultantes do final da minha sociedade continuaram a perseguir e tudo acabou por refletir em toda minha vida social e relacionamentos diversos, eu estava começando a questionar se meu futuro era ou não no empreendedorismo até que um dia recebi um e-mail e pensei: “talvez essa seja minha oportunidade de refletir.”

O e-mail continha um post chamado “Você deveria pedir demissão” e a partir da leitura dele que entrei em contato com a proposta do Bootcamp Exosphere, que consistia em 12 semanas de imersão “hands-on” em uma diversidade de assuntos como psicologia empreendedora, income generation, desenvolvimento de MVP, extração de ideias, design thinking, programação, lançamento de produto e contato com tecnologias emergentes através de uma filosofia única de desenvolver uma comunidade para suportar seus desafios futuros nos bons e maus momentos.

Dez minutos após analisar todo o material, além de checar sua página do Facebook e outras notícias relacionadas ao curso no Google, percebi que esse programa poderia oferecer o que estava precisando, mas eu ainda tinha outros desafios antes de conseguir chegar lá.

Primeiro desafio: Eu já estava estourado na data limite de cadastro para primeira turma. Segundo desafio: Ainda teria que ser aprovado no processo seletivo. Terceiro desafio: Caso aprovado, eu teria menos de dez dias para organizar tudo e conseguir um voo para Santiago.

Tudo se baseava em uma única questão, se ainda existia uma vaga e se eu seria a pessoa certa para ela. Foi então que decidi ser simples e direto, encaminhei o e-mail que recebi para o Skinner Layne, Chairman da Exosphere, perguntando se ainda existia alguma vaga disponível.

Felizmente, naquele dia, a sorte estava do meu lado, existia uma última vaga e após encaminhar o formulário de perguntas e respostas, fui aceito.

Ao chegar em Santiago, fiquei em um albergue junto a grande parte dos participantes e já consegui a ter uma primeira sensação de que teria semanas intensas pela frente.

Nossa turma ao final, consistia em vinte e cinco pessoas, de nove nações diferentes (Estados Unidos, Argentina, Brasil, Itália, Canadá, Venezuela, Colômbia, Austrália e Guatemala) todos em fases de vida tanto profissional, quanto pessoal, bem diferentes.

De jovens na faixa dos vinte anos de idade que largaram suas faculdades para buscar a carreira empreendedora, passando por pessoas na faixa dos trinta anos que acabaram de vender sua empresa e buscam novos desafios, até o caso de um professor Ph.D em filosofia, com seus cinquenta e sete anos que deseja criar seu próprio caminho.

Hoje, já estamos em nossa nona semana, mas eu poderia dizer que após minha primeira semana que minha maior dúvida já não existia mais – meu caminho seguirá na trilha empreendedora.

Sem dúvida, na minha visão, a primeira semana foi a mais incrível, pois foram levantados assuntos e criado discussões ao redor de temas como dor, cultura do fracasso e antifragilidade.

Assuntos que são de extrema importância para quem está pensando em seguir essa difícil jornada. Aliado a toda essa carga psicológica, falamos sobre metodologia de Lean Startup, da criação de MVP e da importância e trabalhar com foco para o atendimento a necessidades existentes no mercado e não apenas com foco em nossos sonhos e vontades.

Se você já empreende, sabe que os desafios e as dores que temos vão muito além do negócio e invadem nossa vida tanto pessoal, quanto social.

Quem nunca foi chamado de “sonhador”, “louco” por pessoas queridas a sua volta? Quão difícil é admitir um fracasso perante os outros? Por que tantas vezes temos que falar e agir de acordo com convenções sociais? Por que é tão difícil conviver e respeitar os outros como eles são?

A diferença é que muitos de nós aprendemos todas essas coisas vivendo e muitas vezes erramos na hora de balancear toda essa equação, pois como os problemas não avisam ao chegar, na hora que chegam podem se instalar em um local onde você vai ter dificuldade para acessar e consequentemente, eliminar.

A visão da Exosphere é que muitas dessas questões acabam por segurar o desenvolvimento das pessoas e os medos que temos acabam nos afastando de viver uma vida plena.

Internet Trends 2019Powered by Rock Convert

A visão deles é que a maior parte de sofrimento das pessoas é derivado de trabalhos que elas têm, que não estão alinhados com seus interesses de vida e também de relações interpessoais insatisfatórias.

Eles acreditam, que através do empreendedorismo é possível  solucionar o primeiro problema, e através da comunidade é possível resolver o segundo.

Para criar grandes negócios, primeiro existe a necessidade de criarmos pessoas incríveis.

Com essa abordagem, vejo o formato de comunidade de aprendizagem alternativa que criaram aqui como algo totalmente diferente de tudo que já tive contato. Como todos temos um objetivo em comum, existe uma troca de conhecimento muito intensa, devido a diversidade e nível de conhecimento de cada um dos participantes.

Além disso, já temos diversas equipes em formação, além de gente que tentou e fracassou, mas está empenhada em novos projetos e novas equipes ou trabalhando em projetos pessoais.

Eu mesmo já estou com uma startup junto a um americano e um argentino trabalhando em um projeto relacionado a indústria da moda.

Em relação as outras semanas do bootcamp, elas têm mudado a vida de muita gente em intensidades diferentes. No meu caso, foi a primeira semana que mudou tudo, mas o mais interessante, é que não existe uma preferência, pois cada participante até agora conseguiu tirar mais proveito de uma semana diferente.

Alguns perderam o medo e quebraram a barreira psicológica para começar a programar e hoje já conseguem fazer um site básico. Outros eram excelentes programadores mas tinham aversão a toda a questão estética e hoje têm um pensamento mais voltado ao consumidor.

Alguns, tinham problemas em conviver e trabalhar em equipe e toda essa experiência na comunidade os ajudou com essa timidez. Hoje alguns deles já conseguiriam encarar a rua e vender seus produtos.

Outros, que antes trabalhavam somente com produtos físicos, hoje vêm oportunidades online e estão começando a ficar cada vez mais envolvidos em projetos relacionados a tecnologia de ponta.

Muitos consideram voltar ao Chile para participar da primeira conferência de Impressão 3D da América Latina, que deverá acontecer em Junho de 2014 aqui em Santiago.

Vejo que essa experiência tem sido um catalisador para muitas pessoas. Um espaço para colocar ideias em prática e também uma oportunidade de trabalhar melhor em suas questões internas e pessoais.

Com vinte cinco pessoas eles já conseguiram atingir um nível de satisfação incrível. No próximo Bootcamp, com início em Março do próximo ano, vão contar com quarenta e cinco participantes e uma equipe ainda maior e mais completa de facilitadores e mentores para dar assistência e suporte aos projetos apresentados.

Ouço sempre por aqui que quando botamos pessoas brilhantes numa sala, coisas fantásticas podem sair de lá. Mal posso esperar para ver o que vai sair do próximo bootcamp.

Quero aproveitar e agradecer, primeiro, a pessoa que me mandou o e-mail no qual descobri a Exosphere. Você vai ser pra sempre especial na minha vida. Segundo, a pessoa que escreveu sobre a Exosphere no blog, hoje ele é um amigo e está aqui conosco. Terceiro e não menos importante, Skinner que é o Chairman da Exosphere e hoje é o mentor de nossa startup. A todos vocês, muito obrigado!

Espero que esse post faça a diferença no caminho de alguns como o post do Alberto fez diferença na minha.

___

Este artigo foi escrito por Fabrício Tozzi.

Internet Trends 2019Powered by Rock Convert
Comente este artigo

Populares

Topo