X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Cooperativa da Paraíba é tricampeã no TOP 100


Brasília – A Cooperativa de Produção Têxtil e Afins do Algodão do Estado da Paraíba (CoopNatural) é uma das unidades produtivas do país que venceram as três edições do Prêmio Sebrae TOP 100 de Artesanato. A primeira, em 2006; a segunda, em 2009; e a terceira, em 2012.

A seleção leva em conta 11 critérios, que abordam do grau de inovação dos produtos à eficiência produtiva, gestão estratégica e adequação cultural e ambiental. Para a presidente da CoopNatural, Maysa Gadelha, a iniciativa contribui para ampliar a credibilidade da produção artesanal do país. “Acredito nesse modelo de premiação como forma de incentivo e fortalecimento do setor”, diz.

Dona da marca Natural Fashion, a CoopNatural produz de confecções a objetos de decoração, usando tecido feito com algodão que já nasce colorido e tendo por base a produção orgânica. O trabalho começou em 2000 quando, para enfrentar uma crise na indústria do vestuário, dez microindústrias de Campina Grande (PB) decidiram se unir e apostar nesse tipo de algodão, aproveitando pesquisas desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Formaram o Consórcio de Exportação Natural Fashion, com representações na Europa e Estados Unidos. Em 2003, o grupo criou a CoopNatural. Hoje, segundo Maysa, a entidade tem produtos em lojas de todas as regiões do país e estuda diversos pedidos de franquia. Ao todo, gera renda para cerca de 850 pessoas – 23 cooperados, dez empregados, 88 famílias da agricultura familiar fornecedoras de algodão, 23 grupos de artesãos e diversos trabalhadores terceirizados na área de fiação e tecelagem.

Para chegar aos atuais resultados foi preciso um forte trabalho de sensibilização de integrantes envolvidos na cadeia, principalmente os agricultores, sobre as vantagens de investir no algodão naturalmente colorido e na produção orgânica. “Levamos dois anos nesse trabalho”, orgulha-se Maysa. Essa cadeia envolve o plantio do algodão, o descaroçamento do produto, fiação e tecelagem, desenvolvimento da coleção a ser produzida e fabricação das peças – que, normalmente, levam aplicações de detalhes do artesanato regional como crochê, bordados, rendas e fuxico.

A comercialização dos produtos é feita por meio da CoopNatural, de onde saem com a marca Natural Fashion e com selos que atestam tratar-se de produto orgânico e ecossocial. Os produtos da Natural Fashion também receberão o selo de Indicação Geográfica (IG), comprovando que são genuínos e têm características próprias da região onde são fabricados. O selo foi concedido em julho deste ano pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

O trabalho das microindústrias de Campina Grande, do seu início até as ações para a concessão do selo IG pelo INPI, teve o apoio de parceiros como o Sebrae. A CoopNatural integra o Arranjo Produtivo Local (APL) do Algodão Naturalmente Colorido, apoiado pela instituição, que visa ampliar a competitividade especialmente dos micro e pequenos negócios do setor. O APL é um conjunto de empresas do mesmo ramo de atividade que se articulam e cooperam entre si e com atores externos.

 

Serviço:
Agência Sebrae de Notícias: (61) 3243-7852 / 2107- 9104 / 3243-7851 / 9977-9529
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebrae
www.facebook.com/sebrae

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo

Populares

Topo