X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Cooperativismo avança no Cariri como meio de crescimento


Fortaleza – O escritório regional do Sebrae no Cariri e a Universidade Federal do Ceará estão desenvolvendo – em parceria com entidades como o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop) e a Federação de Agricultura e Pecuária do Ceará (Faec) – um trabalho de incubação de cooperativas, com o objetivo de criar unidades sustentáveis e ambientalmente desenvolvidas no Sul do estado.

Nessa fase inicial do projeto, trabalha-se a conscientização sobre a importância da atuação conjunta e os benefícios do trabalho unificado. Palestras sobre cooperativismo, realizadas pelo Sescoop e pelos técnicos do Sebrae no Ceará, tem reunido apicultores e produtores da Cooperativa dos Apicultores do Cariri (COOAPIS) e Cooperativa Industrial dos Pequenos Produtores do Sítio Ponta da Serra (CAIPEMA).

A Associação Engenho do Lixo de Juazeiro do Norte está lutando desde o ano passado para se transformar em cooperativa. A entidade recolhe de 40 a 50 toneladas de materiais recicláveis por mês. Funciona legalmente há quatro anos, mas há 12 reúne famílias inteiras que, sem emprego, encontraram no trabalho de reciclagem a sua fonte de renda. A transição de associação para cooperativa deve mudar a vida dos recicladores associados. É o que prevê o responsável pelo projeto, professor Geovani de Oliveira, da Universidade Federal do Ceará. Como cooperativa, a Engenho do Lixo vai poder emitir nota fiscal do material coletado na rua e das empresas que fazem doações o que, além de dar respaldo legal ao trabalho dos recicladores, vai garantir um  preço melhor para os resíduos coletados.

Os associados foram conscientizados pelo Sebrae sobre a importância de uma cooperativa sustentável e conheceram as ferramentas disponibilizadas pela instituição com foco em gestão, ações tecnológicas e competitividade. Segundo o Professor Geovani, “a Universidade Federal do Ceará no Campus Cariri, junto com o Sebrae e demais parceiros, pretende assumir o desafio da criação de cooperativas sustentáveis na região”. Além de Juazeiro do Norte, o projeto deve beneficiar associações de catadores de lixo no Crato, Nova Olinda e Caririaçu.

“É melhor para a gente, porque o cooperado vai ter mais força, mais visibilidade na sociedade e conseguir um precinho melhor pelos resíduos que coletar”, explica Alvino. Outras unidades também já procuraram o Sebrae buscando informações sobre a incubadora, como produtores da agricultura familiar em Juazeiro do Norte e também a Cooperativa de Catadores de Resíduos da cidade.

Serviço:
Agência Sebrae de Notícias – Ceará (85) 3255-6609 ou 3255-6820
www.ce.agenciasebrae.com.br
Central de Relacionamento Sebrae – 0800-570-0800

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo