X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Dispositivo promete mais segurança a usuário de smartphone


Belo Horizonte – Uma parceria entre a Invit Negócios Inovadores e a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) vai desenvolver aplicativo instalado em smartphones conectados à internet. A iniciativa promete revolucionar a maneira como se lida com a prevenção e alerta em casos de violência. O aplicativo é o Agentto, que deve chegar ao mercado ainda este ano.

O programa é resultado de pequisas em tecnologia de smartphones para melhoria da qualidade de vida. “Nosso questionamento era: se esse aparelho pode interagir e conectar pessoas pela internet móvel, por que não contribuiria para a segurança delas?”, diz Sérgio Paim, diretor-executivo da Invit.

Com o Agentto, qualquer pessoa avisará, de maneira rápida e discreta, seus familiares e amigos sobre algum perigo. “Por meio de movimentos simples no aparelho celular, a vítima avisará a sua rede de confiança que passa por algum problema ou que presenciou um incidente. Há vários níveis de alerta”, explica Paim. Dentre eles, o “Pânico Silencioso”. O destinatário da mensagem visualizará, em um mapa, a posição de quem está em perigo. Ela é enviada apenas à rede de contatos da vítima, sem que o agressor saiba que as funções foram ativadas.

Outro sinal de alerta é o “Pedido de Socorro”. O usuário emite o pedido e sua rede, informada acerca do problema enfrentado, verá a posição num mapa, podendo receber fotos, áudios e vídeos enviados por quem pediu ajuda. “A partir daí, a rede informa às autoridades o ocorrido. Mas há outra possibilidade: o alerta dos usuários pode ser conectado a uma rede de segurança privada”, afirma Paim.

Uso gratuito

O uso do aplicativo ainda leva em conta questões éticas, para evitar fraudes ou envio de informações equivocadas. “O Agentto permite bloqueio e expulsão do usuário que fizer brincadeiras de mau gosto com situações sérias de denúncias de outras pessoas”, diz o diretor da Invit.

Lançado em setembro do ano passado, com a maior subvenção já concedida pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), no valor de aproximadamente R$ 10 milhões, o Agentto é, a exemplo do Facebook e Twitter, uma plataforma.

Isso permite que o usuário adapte o programa às suas necessidades e que outras empresas construam aplicações interativas. Significa também que o produto deve ser distribuído gratuitamente. Mesmo assim, parecem ser boas as chances de a Invit auferir lucros significativos com o Agentto. Por ser uma plataforma, o aplicativo pode inserir publicidade e serviços profissionais. O Agentto será testado por um grupo de usuários pelos próximos seis meses. Logo após, será oferecido gratuitamente a todos os proprietários de smartphones.

Apoio

Em Minas Gerais, o Sebrae encabeça um polo de excelência em soluções empresariais móveis em Uberlândia. Lá, 40 empresas de software, serviços e consultorias, incluindo a Invit, somam inovações e especialidades para fortalecer a produção de ferramentas ligadas à mobilidade. Além da capacitação e busca por parcerias com fornecedores, o Polo Mobilidade Empresarial dá às empresas oportunidade de terem acesso às novas tendências tecnológicas do mercado.

A primeira etapa do Polo Mobilidade Empresarial foi realizada no ano passado e teve por objetivo criar o conceito, ferramentas, projeção do futuro e a capacidade de a empresa saber onde quer desenvolver e concluir projetos. Atualmente, o foco está na capacitação de funcionários.

Mais informações aqui

Serviço

Assessoria de Imprensa do Sebrae em Minas Gerais – (31) 3379-9275 / 9276

 

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo