X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Formalização estimula empresa gaúcha


Porto Alegre – No estado brasileiro em que predomina o churrasco, espetos para assar carne podem se tornar um ótimo negócio. Enquanto trabalhava na organização de eventos, Andrea de Fátima Freitas de Lima tinha dificuldade em adquirir esses produtos. Ela percebeu no setor uma oportunidade de mercado.

“Foi um estalo que deu”, conta Andrea. Com um torno e uma serra em casa, localizada no município de Vacaria (RS), Andrea começou a produzir os espetos na própria garagem, com a ajuda do marido projetista. Logo em seguida, encontrou um fornecedor de cabos de madeira. A primeira venda, para o clube da cidade, contabilizou cem espetos.

O negócio começava bem, mas faltava a formalização. Por meio de uma propaganda na televisão, Andrea descobriu que existia a categoria do Empreendedor Individual. “Procurei a unidade do Sebrae em Vacaria e foi muito fácil formalizar meu negócio. Consegui imediatamente todas as orientações e saí de lá empreendedora individual “, comemora.

O Empreendedor Individual (EI) deve faturar, no máximo, até R$ 60 mil por ano, não ter participação em outra empresa, como sócio ou titular, e ter apenas um funcionário. Enquadrado no Simples Nacional, o EI fica isento dos tributos federais – Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL.

Mesmo formalizada e com as vendas em alta, Andrea queria qualificar sua empresa. Inscreveu-se nas oficinas SEI – Sebrae Empreendedor Individual. De acordo com Deise Mondadori, da unidade de atendimento do Sebrae em Vacaria, a empreendedora fez as oficinas Prepare-se: Você é um Empresário!, SEI Vender, SEI Controlar meu dinheiro, SEI Comprar, SEI Planejar, SEI Unir forças para competir e SEI Empreender, além de participar de uma assessoria em finanças e outra em marketing.

“Eu descobri que sabia muito pouco”, diz Andrea. “Sabia fazer e vender o produto, mas não me organizar para isso. Agora, aplico os conhecimentos que adquiri com o Sebrae e faço até pesquisa de satisfação junto aos clientes”. Após entender a importância de uma marca para o negócio, a empresária vai contratar alguém para cuidar do marketing e ajudá-la na criação de um site para a RA Espetos. Agora, pensa no futuro e não pretende parar com os cursos: “É uma reciclagem constante”, ressalta.

Capacitações para o EI

A gestora do projeto Empreendedor Individual do Sebrae no Rio Grande do Sul, Márcia Ferran, afirma que a instituição oferece diversos cursos gratuitos, destinados ao EI. A oficina Prepare-se: você é um empresário!, por exemplo, visa “levar aos participantes informações básicas sobre atendimento ao cliente, vendas e controles financeiros de um empreendimento individual organizado”, explica. Também são oferecidas assessorias em finanças, legislação tributária, marketing, plano de negócios e recursos humanos. Cada EI tem direito a duas assessorias gratuitas por ano.

Serviço:
Assessoria de Comunicação do Sebrae/RS
Telefones: (51) 3216.5165, (51) 3216.5182 ou (51) 9955.8192
Central de Atendimento ao Cliente do Sebrae/RS: 0800 570 0800

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo