X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Motivação & Inspiração

5 dicas para se manter motivado

dicasparasemantermotivado

Você está lutando para se manter motivado? Aqui estão alguns segredos que podem ajudar


Você está lutando para se manter motivado? Aqui estão alguns segredos que podem ajudar

Muitas vezes, não tem café no mundo que seja suficiente para fazer você agir. Como estar motivado é algo que todos nós lutamos em algum momento, e muitas pessoas fazem isso diariamente.

A motivação é um mistério. É um sentimento e nós entendemos que isso pode fazer mal às pessoas. Existe alguém que pode desvendar a ciência de como funciona a motivação e nos dizer o que fazer? Sim.

Dan Pink escreveu um livro sobre a motivação. Ele é autor do best-seller “Drive: The Surprising Truth About What Motivates Us”.

Ele também é o apresentador e produtor executivo da série de TV “Crowd Control”, que vai ao ar no National Geographic Channel.

Seus livros já venderam mais de 2 milhões de cópias. E a sua palestra no TED é uma das mais populares de todos os tempos.

Dan não é o tipo de pessoa que escreve um livro e segue em frente. Ele continua pensando sobre estas ideias e tem novos insights sobre a motivação que você pode aprender mesmo se já tenha lido o seu livro.

Então vamos ao que interessa.

Por que você não se sente motivado?

Você provavelmente está pensando muito sobre as recompensas envolvidas, como uma promoção, uma nota, um novo cliente.

Você está animado com a “cenoura”, mas não com a tarefa em si. Recompensas como o dinheiro são complicadas. Elas são poderosas, especialmente no curto prazo.

Mas olhar exclusivamente para as recompensas não vai funcionar em um cenário em que estamos falando de tarefas complexas.

Se nós conseguimos o aumento e a promoção que queríamos, mas ainda não estamos animados sobre a tarefa – estamos menos motivados ainda.

Recompensas são essenciais, mas não são tudo. Todos sabemos que pessoas bem pagas podem ser preguiçosas. E todos nós conhecemos pessoas que se envolvem em hobbies sem ganhar nenhum dinheiro por isso.

As recompensas só nos motivam para que consigamos obtê-las. Elas não nos faz importa sobre as tarefas que temos que realizar.

3 coisas que motivam as pessoas

Dan encontrou 3 coisas em sua pesquisa que ajuda a nos manter motivados:

  1. Autonomia.
  2. Maestria.
  3. Propósito.

Vamos a elas.

#1. Autonomia

Autonomia significa que não gostamos das pessoas que nos dizem o que temos que fazer. Uma vez que sentimos que estamos sendo pressionados, nós fugimos.

É por isso que as crianças podem gostar de quebra-cabeças, mas odeiam as lições de casa.

Elas são ambas sobre a solução de problemas, mas apenas uma delas envolvem pessoas chateando você. Da mesma forma, ninguém nunca disse: “eu amo meu chefe microgerenciador”.

A falta de autonomia mata o engajamento no local de trabalho.

#2. Maestria

Por que praticar guitarra? Você está sendo pago por isso? Por que tenta melhorar o seu jogo de tênis? Você está sendo pago por isso?

Nós apenas queremos melhorar as coisas. É por isso que os games têm ranking, níveis e pontos. Eles mostram que você está melhorando, e você se sente bem.

Mas, no local de trabalho, isso pode ser simplesmente horrível. Isso porque você recebe uma avaliação anual, que avalia o seu comportamento.

Por isso uma coisa é tão legal, enquanto a outra é completamente cansativa.

#3. Propósito

Você é religioso? Patriota? Leal aos amigos e familiares? Isso parece ser um monte de obrigações.

Parece loucura? Mas não é. Essas coisas dão um propósito a nossas vidas, e um propósito é algo imensamente valioso para todos nós.

Para Dan, existem 2 tipos de propósito:

  • Grande propósito: ele contribui para uma grande causa. Apoiar uma instituição de caridade, servir o seu país, salvar vidas em um hospital e etc.
  • Pequeno propósito: sentir que o seu trabalho faz a diferença.

O professor Adam Grant fez um estudo incrível onde ele criou um grande aumento na motivação de uma equipe de call center sem gastar nenhum dinheiro.

O que ele fez?

Ele mostrou aos funcionários cartas escritas por estudantes agradecidos que receberam bolsas de estudo devido a seus esforços.

Eles viram a diferença que seu trabalho faz na vida das pessoas. E a sua motivação aumentou ainda mais quando os estudantes foram trazidos e agradeceram pessoalmente.

A coisa mais importante de todas

Uma pesquisa de Teresa Amabile em Harvard descobriu que a coisa mais motivadora é o progresso significativo no trabalho.

O fascinante é que este fator é tão poderoso que a mera ilusão de progresso é suficiente para fazer com que continuemos trabalhando.

Em um estudo, os pesquisadores deram cartões de “compre 10 cafés e ganhe 1”. E para um grupo diferente deram um cartão “compre 12 cafés e ganhe 1”. A diferença era que o segundo grupo já tinham 2 compras marcadas.

Então, teoricamente, os grupos tinham que partir do mesmo ponto.

Mas essa não foi a forma com que os participantes encararam o desafio. O grupo “compre 12 cafés” comprou cafés muito mais rápido, porque sentira que tinham feito mais progresso em direção à meta.

Apenas pensar que você já teve progresso pode deixar você mais motivado. Para isso, é preciso focar nas metas certas.

Esqueça grandes metas, concentre-se nas pequenas vitórias

Metas grandes podem se tornar abstratas, e por isso criam uma distância difícil de relacionarmos com nossa rotina.

E muitas vezes podem levar meses ou anos para serem conquistadas.

O segredo são as pequenas vitórias. As pequenas conquistas que temos no dia-a-dia. Qualquer coisa que tenha corrido bem ou funcionado. Não creia que a boa apresentação ou a pequena conquista foi apenas uma obrigação.

Elas fazem parte do progresso e você precisa prestar atenção a eles quando está se sentindo pouco motivado.

Lembre-se: os nadadores olímpicos usam as pequenas vitórias para conseguirem sobreviver motivados aos meses de treinamento rigoroso.

Faça como os nadadores: concentre-se em pequenas vitórias para suportar a rotina de trabalho.

Faça como os nadadores: concentre-se em pequenas vitórias para suportar a rotina de trabalho.

Concentre-se no que é importante para você

O que é realmente importante para você?

Quando fazemos coisas que são importantes para nós pessoalmente, e não para recebermos recompensas ou impressionar os outros, muitas vezes nos tornamos máquinas de produtividade, dizimando os obstáculos.

Dan cita um estudo em West Point, onde compararam o desempenho dos alunos intrinsecamente motivados (“eu quero servir o meu país”), com os extrinsecamente motivados (“eu quero o prestígio de ser um oficial”).

Os estudantes que estavam se motivando intrinsecamente, estavam fazendo coisas por razões internas, e superaram os outros 2 grupos.

Ironicamente, muitas vezes é por sermos fieis a nos mesmos e não pensarmos nas recompensas que recebemos as recompensas que queríamos.

Comece a praticar

Aqui está o que aprendemos com Dan Pink:

Focar demais em recompensar é desmotivador, no longo prazo. É preciso mais do que apenas dinheiro para nos manter motivados em nossas tarefas e empregos.

Por isso, precisamos ter cuidado e não aceitar tarefas apenas com base no dinheiro. O que você deve procurar em um trabalho se quiser se sentir motivado? Aqui está:

  • Autonomia: procure lugares onde você tenha liberdade para fazer as coisas à sua maneira, desde que você alcance os objetivos padrão.
  • Maestria: você está aprendendo, praticando e crescendo em coisas que são importantes para você?
  • Objetivo: você está contribuindo para uma causa importante? Ou está trabalhando em algo que sente que sua contribuição é importante?

Feito isso, não se esqueça de acompanhar o seu progresso. Essa é a coisa mais motivadora que existe no mundo, e as empresas não sabem fazer isso. Portanto, acompanhe você mesmo.

Durante o acompanhamento, anote as pequenas vitórias. Mesmo as pequenas vitórias farão você mais feliz e energizado para continuar fazendo a bola rolar.

Além do mais, certifique-se de que você está fazendo coisas significativas para você e você vai conseguir realizar muito mais do que imagina. Ignorar as recompensas é um caminho para obtê-las.

Está se sentindo um pouco mais motivado? Conte-nos como você vai se manter assim durante o ano de 2015.

___

Este artigo foi adaptado do original, “How To Be Motivated: 4 New Insights From Research”, do Barking Up The Wrong Three.

Comente este artigo

Populares

Topo