X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

capacitacao_mct[2]
Liderança

Inconformismo, uma virtude?

Sócrates fundamentou o Inconformismo como uma Virtude, uma colocação desafiadora e contundente à época.

Executivos de 1º Escalão do mundo empresarial atual foram conformados para mandar “fazer mais com menos” (mais receitas / menos despesas?) e ficam inconformados quando essa forma não é consumada. Ai do líder subalterno que não obtém continuadamente essa conformação, porque ele será consumido por não consumá-la sempre.

Líderes dos escalões inferiores, aqueles que lidam diretamente com os liderados, ao acionar no seu meio a verdade do CEO da empresa, “fazer mais com menos”, criam uma dicotomia (metade claro, metade escuro) de liderança.

DICOTOMIA DE LIDERANÇA?

Sim, porque o que é uma verdade absoluta para uns é uma pseudoverdade para outros. Com outras palavras, a verdade absoluta do líder de uma equipe é fazer “mais com os mesmos” (mais motivação / mais resultados, com a mesma quantidade de liderados) e deve se ‘inconformar’ sempre que não obtiver essa conformação.

O TEMA É INCONFORMADO OU INCONFORMISMO?

Ambos, posto que no inconformismo seja preciso (de precisão) ter uma atitude de inconformado para não aceitar condições incômodas ou desfavoráveis, ou o modo de agir e de pensar da maioria do grupo em que se vive. Se coragem é ter a capacidade de mudar rapidamente tudo o que deve ser mudado, atitude é acionar mudanças.

O TEMA É AÇÃO, O CONTRÁRIO DE OMISSÃO!

Zonas de conforto são basicamente criadas por uma ou mais das inúmeras armadilhas criadas pela mente humana. As mais comuns são: o conformismo, o coitadismo, a distração, a procrastinação. Mas, reconhecendo que devo caminhar pelas Virtudes, mudo tudo para o positivo: ação, inconformismo, autoestima, concentração e ação.

DUAS VEZES AÇÃO?

Sim, porque zona de conforto e procrastinação representa ausência de ação. Mas, a bem de uma verdade maior, devo afirmar que conformismo, coitadismo e distração também o são. Ou seja, tudo isso é omissão.

CONFORMISMO OU INCONFORMISMO?

Iniciemos com algo terrível que impede a mudança e o desenvolvimento pessoal, o conformismo, o vício de se acomodar. O conformismo reúne um monte de desculpas que retardam a evolução de líderes e liderados. Quem é conformista não luta por nada e nem tem ideais, não realiza sonhos e não muda nada, nem a própria história.

O inconformismo de um líder leva-o a diferenciar os valores e virtudes de cada um, para saber se estão ou não em ascensão, objetivando AJUDAR. Leva-o, também, ao reconhecimento de si mesmo e dos seus liderados, o que lhe confere a capacidade de criar relações positivas e atrair pessoas para criar vínculos de ‘cumplicidade’.

Talvez você faça uma dessas perguntas: Por que dedicar tempo e energia para entender mais sobre liderança? / Como não sei liderar, se trabalhei muito para criar o meu negócio ou para chegar ao meu atual nível de chefia?

Só que a questão não é essa, a questão é saber que uma boa liderança – aquela que faz a diferença -, é passional.

BOM LÍDER É AQUELE INCONFORMADO E APAIXONADO PELO QUE FAZ!

Enquanto lhe apontam as dificuldades, um líder inconformado procura enxergar oportunidades. Enquanto a maioria se justifica e diz que tem problemas, o líder apaixonado encontra soluções, porque sua paixão não o deixa fazer parte dos problemas. E, como está sempre à disposição para protagonizar mudanças que levem ao bem comum, só busca o que é melhor para todos, mesmo se tiver de abrir mão de sua opinião e/ou comodidade em prol dos outros.

Incomodar pessoas é fatal, por ser um dos efeitos colaterais do inconformismo interessado, e é uma atitude de Líder com ‘L’ maiúsculo. Quanto mais você incomodar o meio, mais você sinalizará que está transformando algo.

INCOMODE AS PESSOAS MESMO E AJA COMO UM LÍDER INCONFORMADO!

Encerro com esse lembrete: quando um LÍDER inconformado sai de uma empresa, mesmo se era considerado durão ou chato por ser interessado, muitos continuam falando dele no cafezinho, corredores e happy hour, porque ele era bom no que fazia. Quando sai um chefe interesseiro / conformado, logo esquecem o nome dele na empresa…

Moracy das Dores é um Mercadólogo reconhecido pelo MEC e especialista em Marketing, Comunicação e Vendas. Implantou o 1º Call Center do Brasil, há 31 anos – Atual Consultor de Marketing da Trade Call Service. Escreveu e publicou dois livros: Para sua vida melhorar, basta saber negociar e O Objetivista e a nova forma de ser e de estar no planeta Terra. Outros Artigos publicados: www.tradecall.com.br/site/blog/ (Blog Trade Call Service).

Comente este artigo

Populares

CONTEÚDO EXCLUSIVO. TÁTICAS UTÉIS. EMPREENDEDORISMO COMO NENHUM OUTRO.

Para fechar esta janela, clique na área escura.

CLOSE
Topo