X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Lucro ou crescimento: para onde olhar?

Lucro ou crescimento: para onde olhar?

O crescimento é a palavra da moda nas startups. Mas onde será que fica o lucro no meio disso tudo?


O crescimento é a palavra da moda nas startups. Mas onde será que fica o lucro no meio disso tudo?

Uma das coisas que muitos investidores de empresas lutam contra é a tensão entre a rentabilidade e o crescimento rápido.

O crescimento acabou se tornando um princípio central dos investimentos em tecnologia, em detrimento da lucratividade, e muitos acreditam que só se deve pensar em lucro depois que você conquistou o mercado.

Isso leva a comportamentos como investir pesadamente em vendas e marketing para aumentar as taxas de crescimento de um negócio além do que ele pode crescer organicamente.

Fred Wilson relata que se deparou com uma fórmula em uma reunião que dizia que a sua taxa de crescimento anual, mais as suas margens operacionais antes dos impostos precisa ser de pelo menos 40%.

Ou seja, você pode crescer 100% ao ano e ter margens operacionais de 60%, ou você pode ter um crescimento nulo e ter margens operacionais de 40%.

Ou você pode, ainda crescer 20% ao ano e ter margens operacionais de 20%. Não há mágica em ter os 40% como meta, mas precisamos estabelecer uma relação entre os níveis aceitáveis de rentabilidade e os níveis de crescimento.

É possível ver empresas investirem em crescimento sem quaisquer restrições ou verificações ponderada sobre o investimento e suas possíveis perdas.

Muitas empresas são rentáveis desde o início, e em seguida foram capazes de usarem seus lucros para reinvestirem no negócio e continuarem a crescer muito alto, sem precisar queimar dinheiro, nem levantar capital.

O Indeed.com é provavelmente o melhor exemplo desse grupo.

Essas experiências levam a questionar a ortodoxia no mundo da tecnologia que diz que se você está investindo pesadamente no crescimento, então você está maximizando o valor do seu negócio no longo prazo.

Lucro ou crescimento? O que é mais importante em uma startup?

Lucro ou crescimento? O que é mais importante em uma startup?

E isso não precisa ser assim. Agora, você talvez precise ter uma empresa especial que possui vantagens competitivas reais no mercado para evitar essa compensação.

Ou talvez, você só precise ser uma pessoa de negócios realmente afiada e experiente para ser capaz de fazer isso (como no exemplo do Indeed.com).

Além disso, a motivação do lucro, gerando mais receita do que despesa a cada ano, é um constrangimento muito valioso em uma equipe de gestão.

Isso obriga-os a pensar de forma criativa e logicamente sobre os investimentos que se quer fazer.

Suas raízes foram maus investimentos em pessoas, produtos, venda, marketing, e em outras partes do negócio para ajudar a manter uma organização enxuta funcionando.

Se você não precisa fazer dinheiro, porque há uma abundância de capital disponível para financiar suas perdas e você investir em crescimento, então você também pode evitar tomar as decisões difíceis e garantir uma equipe de qualidade.

E você não precisa ser um louco obcecado pelo fluxo de caixa positivo. Os investidores estão acostumados a investirem em empresas que perdem dinheiro no começo.

Muitas startups perdem dinheiro e os investidores estão acostumados a ler declarações de renda em vermelho, procurando entender quando o dinheiro vai acabar.

Mas, está na hora de diminuir a cultura e o pensamento de que devemos começar um negócio que possa levantar dinheiro.

Isso pode ser bom, mas em algum momento é melhor ver um plano objetivo em que as empresas buscam sua rentabilidade sustentável.

___

Este artigo foi adaptado do original, “Profits vx Growth”, do AVC.

Comente este artigo

Populares

Topo