X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Os desafios da criação de um clima criativo.

Mente criativa

As escolas, em sua maioria, preparam as pessoas apenas para a aprovação nos testes e, com isso, matam a criatividade, nivelando as pessoas pela média.


As escolas, em sua maioria, preparam as pessoas apenas para a aprovação nos testes e, com isso, matam a criatividade, nivelando as pessoas pela média.

Dito isso, é difícil não pensar no impacto que isso tem quando esses alunos se transformarem em trabalhadores com mentalidade razoável e coletiva compatível entre si, o que ameaça uma cultura econômica que tem prezado a cada dia mais a inovação e criatividade.

A criatividade tem sido descrita como a originalidade combinada com a utilidade. A novidade não é suficiente. A ideia e o comportamento também precisa ser adaptável para que a criatividade realmente aconteça.

As pessoas podem – e em sua maioria são, atém serem cerceados – altamente criativos por natureza. Alguns traços de personalidade constantemente aparecem em pessoas com alta criatividade, incluindo abertura à experiência, impulsividade, consciência, auto-aceitação, e não-conformidade.

Mas a criatividade existe no cruzamento – e relacionamento – de pessoas e situações e, algumas situações são melhores e propicias para que a criatividade aconteça.

Abra a cabeça para a criatividade

Abra a cabeça para a criatividade.

Como produzir ambientes que fomentem a criatividade e inovação?

Felizmente há, a cada ano, mais estudos e pesquisas sobre motivadores da criatividade que podem ser transformadas nas melhores práticas criativas. Em uma meta-análise de 42 estudos sobre a relação entre criatividade e fatores climáticos, surgiram 14 dimensões como as principais influenciadoras do desempenho criativo, principalmente em ambientes competitivos e de alta pressão.

#1. Troca interpessoal positiva.

#2. Estímulo intelectual.

#3. Desafio.

#4. Flexibilidade de risco.

#5. Apoio à alta gestão.

#6. Relação positiva com a supervisão.

#7. Interação positiva entre grupos.

#8. Clareza da missão.

#9. Integração organizacional.

#10. Participação.

#11. Ênfase no produto.

#12. Orientação e recompensa.

#13. Recursos.

#14. Autonomia.

A partir dessa pequena lista podemos concluir não como tornar as pessoas mais criativas, mas sim criar condições para resultados e ambientes criativos.

Podemos concluir que, dando às pessoas mentores, condição de trabalho flexíveis, direção clara, e tolerância ao fracasso, além de promover a inclusão do grupo, pode sim desenvolver pessoas mais criativas. No trabalho e nas escolas.

Outro fator crucial para o aumento da criatividade é a emoção e a vivência positiva. Barbara Frederickson tem realizado pesquisas sobre os efeitos poderosos das emoções positivas, mostrando como aumentarmos a atenção sobre nós mesmos.

Pesquisadores da Universidade de Toronto descobriram que a emoção positiva diminui o controle inibitório e aumenta a aumenta a atenção visual e espacial, além de oferecer melhor acesso semântico e, com isso influenciar positivamente nosso comportamento dentro de espaços e ambientes.

Estados positivos induzidos também foram utilizados para fomentar a criatividade junto às crianças e encontrar a solução para os testes padronizados.

O afeto é um condutor de pensamento criativo no ambiente de trabalho. O neurocientista Rex Jung chama de cérebro criativo o cérebro sinuoso, e a pessoa criativa aquela com muitas ideias. Os estados emocionais positivos, juntamente com os subsídios para ações autônomas e o trabalho em equipe, alimentam o cérebro sinuoso e, com isso a criatividade.

Outras pesquisas mostram que os esforços organizacionais para o grupo de trabalho e o apoio da supervisão são muito eficazes e, o trabalho com o foco de avaliação construtiva, positiva e o reconhecimento de competências também servem de apoio para alimentar a criatividade.

O estado da arte da criatividade

O estado da arte da criatividade.

A motivação intrínseca é outro fator chave de fomento à inovação e criatividade. A autonomia e os desafios definem o cenário para que um profissional motivado dê frutos e assim cria um indivíduo determinado, competente e interessado.

O local de trabalho pode promover a motivação intrínseca, proporcionando liberdade, desafio, recursos e encorajamento.

Então, quando procuramos maneiras de aumentar o resultado criativo e ampliar o pensamento é necessário olhar para os fatores contextuais que o cercam e utilizar essa pesquisa como base para as intervenções é uma ótima maneira de fomentar o ambiente criativo.

Muitas empresas estão contratando consultores em criatividade para ajudá-las na maximização dos resultados da criatividade e promover um ambiente criativo.

A especialista em criatividade Geórgia Shreve diz que não é suficiente para estimular a criatividade em uma organização. “Você deve lançar mão dos 5 Rs: reforço (comunicando as necessidades primárias); recursos (materiais, pessoal, espaço e financiamento); role-modeling – modelagem de papeis – (exemplos criativos, incentivo); recompensa (intangíveis, como reconhecimento, flexibilidade e liberdade); e reach – alcance – (desenvolvendo talentos em toda a organização)”.

Apesar de apontar as carências do sistema educacional, este não é o foco desta pesquisa que abrange os fatores que aumentam a criatividade e influenciam a inovação e o ambiente criativo, para desenvolver profissionais competitivos.

Processo criativo

O processo criativo.

___

Este artigo foi adaptado do original Building a creativity climate, do Huffington Post.

Comente este artigo

Populares

Topo