X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

cingapura
Política e Economia

O formidável desenvolvimento de Cingapura

Aprenda como esta diminuta nação asiática, completamente desprovida de recursos naturais, tornou-se um dos países mais ricos e prósperos do mundo


Cingapura é uma pequena cidade-estado do sudeste asiático, localizada entre a Indonésia e a Malásia, com uma população estimada em aproximadamente cinco milhões e seiscentos mil habitantes, dos quais pouco menos de três milhões são imigrantes. De caráter cultural polivalente e multiétnico, possui quatro idiomas oficiais: o inglês, o mandarim, o malaio e o tâmil. Colônia britânica até 1963, e por um breve período integrando a federação malaia, em 1965, Cingapura tornou-se uma ilha-nação independente, que tinha tudo para dar errado. Completamente desprovida de recursos naturais, sem território fértil para a agricultura, e com um saturado índice de desemprego, na metade dos anos 1960, aos olhos do mundo, pareceu um erro monumental da parte dos singapurenses separarem-se da Malásia, para tentarem a sorte no mercado global por sua própria conta e risco, sem ter a devida experiência e infraestrutura. As perspectivas eram tão pessimistas e rudimentares quanto modestas, restritas e triviais. Não obstante, eles provaram para todos os que duvidavam de seu potencial que eles estavam errados. As políticas econômicas adequadas, aplicadas de maneira eficiente, fizeram de Cingapura a economia mais aberta do mundo. Mas como foi que, contrariando todas as expectativas, esta diminuta nação asiática alcançou um nível tão formidável de desenvolvimento?

Com uma completa e total ausência de recursos naturais, os dirigentes governamentais rapidamente perceberam que, para tornar próspero o seu pequeno país, deveriam ter uma mentalidade de mercado extremamente aberta, resoluta e dinâmica, sem burocracia ou impedimentos. A inteligência, a perspicácia e a determinação de fazer Cingapura um colosso financeiro, comercial e industrial levou o governo a fomentar políticas capazes de desencadear prosperidade e desenvolvimento. De forma que arregimentaram toda a modulação econômica do país sobre um alicerce flexível, alicerçado a uma plataforma mercantil versátil, capaz de atender aos mais diversificados interesses globais. Impostos baixíssimos, isenção e incentivos fiscais e o desenvolvimento de um ambiente totalmente pró-mercado passaram a atrair investidores estrangeiros, que começaram a ver em Cingapura possibilidades formidáveis para a realização de negócios. E ao realizarem negócios, começaram a obter resultados. A geração de resultados, por sua vez, atraiu ainda mais investimentos, o que fez Cingapura tornar-se, em pouco tempo, uma referência no mercado asiático. Determinado a manter a robustez e a eficiência deste magnânimo ambiente mercantil, foi fundamental para o governo manter-se pequeno, ágil e funcional, com uma política de tolerância zero contra a corrupção. Com princípios completamente favoráveis para todos os tipos de negócios, em todas as modalidades e categorias industriais ou comerciais, quem vai contra o desenvolvimento, a prosperidade e o progresso da nação atua diretamente contra o governo.

Com uma agressiva política de fomento mercantil, o progresso econômico de Cingapura desenvolveu-se em pouco tempo, alicerçado tanto em iniciativas individuais quanto governamentais. Com destaque para a exportação de produtos sofisticados de alta tecnologia, como maquinários e equipamentos eletrônicos, Cingapura beneficia-se igualmente de sua estratégica localização geográfica, tendo o segundo porto mais movimentado do mundo, por onde passa aproximadamente 40% do tráfego marítimo mundial. Com uma política de reestruturação, renovação e revitalização que busca na sensível percepção de suas necessidades um desenvolvimento contínuo, o governo preocupa-se ostensivamente em estimular o empreendedorismo, e em consolidar uma atmosfera cada vez mais salutar para os negócios, onde todos saem ganhando: investidores, comerciantes, empresários, consumidores e o governo. E não pense que a mão-de-obra em Cingapura é barata. Com sindicatos fortes, muito bem aparelhados, rígidas leis trabalhistas, e a grande maioria dos habitantes dispondo de educação superior, a média salarial em Cingapura é uma das maiores entre os países asiáticos. Como resultado, a qualidade de vida no país é também notoriamente elevada.

Apesar de sua discrição e modesta relevância no cenário global, Cingapura tornou-se uma das nações mais desenvolvidas do mundo. Hoje têm o maior número de milionários por habitante, em uma pesquisa que leva em consideração apenas os ativos financeiros de cada indivíduo. Se ações, propriedades e bens imobiliários fossem incluídos na pesquisa, o número de milionários aumentaria exponencialmente. Isso ocorre pelo fato da prosperidade em Cingapura permitir a qualquer indivíduo adquirir o seu sucesso profissional e financeiro com muito mais facilidade do que em qualquer outro lugar do mundo. Basta ter vontade e trabalhar. As oportunidades existem, e o governo empenha-se arduamente para que continue assim.

Referência em diversos setores do mercado, como o financeiro, o de infraestrutura, serviços, eletrônica e biotecnologia, entre muitos outros, Cingapura adquiriu um status de desenvolvimento global impressionante para um país tão pequeno, que ocorreu em um período de tempo relativamente curto, e que encontra competidores diretos em apenas alguns países. Seus principais parceiros comerciais são Malásia, Estados Unidos, Japão, Coréia do Sul, Canadá, Indonésia, Hong Kong e Emirados Árabes Unidos.

Cingapura tornou-se uma das nações mais desenvolvidas do mundo, a despeito de sua total escassez de recursos naturais, porque não apenas criou, como aperfeiçoou e geriu de maneira integral e eficiente a mais expansiva, formidável e funcional forma de liberalismo econômico da história, arregimentando sobre a sua plataforma econômica um sistema de desenvolvimento contínuo, onde investimentos geram desenvolvimento, que por sua vez estimulam os negócios, que geram ainda mais desenvolvimento, que atraem investimentos, cujos resultados geram mais negócios, e atraem ainda mais investimentos, e assim por diante, em um ciclo de prosperidade que abastece a si mesmo. Em resumo, um sistema que não tem como dar errado, desde que administrado corretamente, recompensando quem o promove, e punindo quem compromete sua funcionalidade. Cingapura é um formidável exemplo de governo eficiente, atuando em prol do cidadão, e completamente comprometido com a economia de mercado, com políticas fortes e sustentáveis que promovem e revitalizam continuamente o crescimento e o progresso da nação.

 

Comente este artigo

Populares

Topo