X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

10 DICAS PRECIOSAS PRA QUEM QUER SER UM PODCASTER MAIS MEGABOGA


f dicas podcast header

A mídia podcast nunca rendeu tanto no Brasil quanto agora. Os programas mais famosos chegam a cobrar de R$800 a R$6500, para falar de uma marca ou produto durante 2min, e basta observar os podcasters em um evento qualquer, para confirmar o quanto são queridos pelos ouvintes.

Todo mundo quer ser o Jovem Nerd, mas o que faz eles serem o que são? Quais são os detalhes e cuidados que fazem com que um podcast tenha alguma chance de galgar degraus rumo ao Olimpo da podosfera brasileira? As dicas a seguir foram formuladas depois de uma pesquisa e análise bem profunda sobre os principais podcasts da internet brasileira.

Se você se meteu na podosfera agora ou está por aí há mais tempo mas não sabe o que fazer para fazer seu podcast deslanchar, confira essas dicas preciosas pra quem quer se tornar um podcaster mais megaboga, todas tiradas da minha palestra no youPIX RIO 2012.

 

0) PRECISAMOS DE MAIS PODCASTS NERDS?

Sabemos que o Nerdcast é o podcast referência pra todo mundo na internet brasileira, mas você realmente quer ser um concorrente dos caras? Realmente acha que falta opinião sobre cultura nerd na podosfera brazuca? Você tem afinidade com o tema, mas se não trouxer nenhuma visão ou formato novo sobre o assunto, dificilmente vai conseguir crescer.

 

1) QUALIDADE ACIMA DE TUDO!

Só libere o arquivo final do seu podcast quando ele estiver perfeito: edição caprichada, volume das vozes equalizados, trilha sonora bacaninha, etc. Pense assim: se fosse um restaurante, você iria servir um prato cru só porque está com pressa (sushi não vale)? Se a qualidade tiver boa mesmo, o ouvinte até “releva” o atraso. Se a qualidade for ruim, ele pode sentir que você não tá nem aí pro tipo de produto que está disponibilizando pra ele. #chatiado

 

2) REGULARIDADE É VIDA

Vai ser toda segunda-feira? Então, toda segunda-feira publique seu podcast, oras! Estabeleça um horário, isso ajuda na pontualidade, “sempre às 10h da manhã”, por exemplo. Nada de ficar com a desculpa que o dia vai até 23:59h. Ser regular ajuda a criar um hábito na vida do seu ouvinte, fazê-lo desejar e esperar o seu contéudo. E, claro, se você atrasar, os ouvintes vão gerar um buzz nas redes sociais, mostrando o quanto seu podcast é desejado. 🙂

 

3) ENCONTRE UM DIFERENCIAL

Lembre do item 0 (zero) lá em cima. Muito bem! Agora ache um tema que goste e com o qual você tenha real afinidade (não adianta aproveitar as modinhas) e vá em frente! Seja claro no tipo de programa que você faz e na proposta. Sabendo do que se trata, o público também se identifica mais facilmente com o conteúdo. Quanto mais claro for, mais fácil de ser aceito por ouvintes em potencial (e rejeitado por quem não vai querer escutar aquele estilo mesmo). Se o seu negócio é “humor ácido”, por exemplo, não invente de ficar emotivo de uma hora pra outra.

 

4) PERSONALIDADE E DINÂMICA

Podscast legal é aquele em que a peteca não cai. Óbvio que você pode editar depois. Mas é sempre legal que cada um membro tenha uma função e personalidade na equipe. Isso ajuda a criar conexão com o público. Quase sempre tem o rabugento, “o risadinha”, o chato… Esses papéis vão aparecer com o tempo, não adianta forçar e tentar ser “o divertido” da equipe, se você não é assim. Mas a personalidade de todos, no conjunto, ajuda a deixar a coisa mais viva e dinâmica.

 

5) CONTEÚDO EMBASADO

Vai falar de qualquer coisa? Não dá! Acrescente algo! Ninguém quer ouvir um papo furado cheio de especulações, achismos e erros! Errar é perdoável, vale o feedback… Mas, filtre as informações, pesquise: quanto mais exato e mais informativo, melhor.

 

6) VARIEDADE/VERSATILIDADE

Faça cada programa melhor do que o outro, mostre que você é capaz de variar os temas e, mesmo assim, manter a linha editorial. Mesmo dentro de um nicho você pode variar: se o assunto é HQs pode ser Marvel, DC, pode ser de “quadrinhos de arte”, independentes, online, pode ser só mercado nacional, só mercado europeu, enfim… encontre as variações dentro do mesmo tema e siga com elas. Outra coisa que ajuda é ter “categorias” ou “sessões” dentro do podcast.

 

7) NÃO COMETA SUICÍDIO ONLINE

Você não precisa falar e ter opinião sobre tudo o que acontece! Muito menos ser o mother fucker! Não tem algo de bom a dizer, prefira ficar em silêncio. Bom relacionamento e senso crítico fazem parte do crescimento do seu podcast.

 

8) SEJA PACIENTE E CURTA AS CONQUISTAS

Essa é a dica autoajuda: aproveite o caminho, senão você desiste! Um ouvinte novo, um número maior de comentários, mais curtidores. Vai levar tempo para fidelizar, mas lembre-se que você não ganha um ouvinte qualquer, nem mesmo um fã: quem te acompanha na podosfera é um novo amigo! E, claro, o problema número um de quem publica coisa na internet: saiba receber feedbacks negativos e aprender com eles. E, mais ainda, tenha sabedoria pra diferenciar o que é feedback do que é trollagem e haterismo. O primeiro te ajuda a crescer, os dois últimos, se você ficar muito preso à eles, só vão te afundar. :/

 

9) ESQUEÇA A FAMA INSTANTÂNEA

Se vier, ótimo! Mas, não adianta nada ter milhares de seguidores se nenhum deles te escuta “de verdade”: se você não influencia o seu público, não monetiza, não consegue apoiadores e patrocinadores… vai estagnar. Prefira conquistar o seu público aos poucos, fidelizando um a um, e aprenda durante esse processo. Caso contrário, sempre será um podcaster amador – só que com mais custos de servidor! Como bem mostra o Nerdcast, o sucesso imediato pode demorar uns bons 10 anos pra acontecer. 🙂

 

10) CONTROLE SEU EGO

Tenha orgulho do seu trabalho, mas não ostente demais os seus resultados. É a ganância que faz com que você queira abraçar o mundo de uma vez: “se eu fizer vídeos e um site com mais conteúdo, terei mais ouvintes e vice-versa”. Em pouco tempo estará estafado e não vai conseguir o objetivo inicial: fazer algo que você gosta tornar-se o seu sustento. Da mesma forma, alguém desesperado pra mostrar o quanto é bom acaba tornando a coisa fake e murchando a relação com os ouvintes.

 

 

 

QUER MAIS?

Essas são algumas dicas básicas pra podscasters atuais ou futuros. Nenhuma delas é uma verdade absoluta, mas uma grande coletânea de coisas que percebemos ao acompanhar a história dos maiores podcasters do Brasil. Você tem alguma dica bacana? Divide com a galera aí nos comentários.

No mais, fique ligado em concursos para novos talentos da área, como os próprios Podcast e Content Talent Show aqui da casa, que buscam incentivar jovens produtores de conteúdo em busca de um empurrãozinho.

Quer aumentar seus contatos? A gente indica a Associação Brasileira de Podcasters (ABPOD), que tem dicas técnicas bem legais e o grupo do facebook PodcastersBR, que reúne muita gente que já faz podcast desse Brasilzão!

E tem também os agregadores de podcast no Brasil: o youtuner, falacast e teiacast. E uma lista dos podcasts do Brasil (ainda em formação), a wikicast.

Via RSS de ResultsON

Leia em ResultsON

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo