X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Dormindo com o “inimigo”: por que o Google contratou um dos maiores hackers do mundo?


josh

O Google contratou o hacker GeoHot para trabalhar no Project Zero, projeto que quer transformar a internet em um ambiente mais seguro.

GeoHot, conhecido entre os advogados como George Hotz, responsável pelo primeiro jailbreak do iPhone e o único a desbloquear o PlayStation 3 até hoje, é um dos maiores especialistas do mundo em encontrar falhas de segurança.

Após encontrar uma dessas brechas no Chrome, ele recebeu US$ 150 mil do Google e foi convidado ao Project Zero. Sobre o projeto, falamos dele recentemente (veja aqui): é um trabalho legal e ambicioso do Google para encontrar as falhas nunca antes pensadas na internet (conhecidas como zero day) e evitar bugs como o Heartbleed, que afetou milhões de sites em uma única tacada.

A atitude do Google foi muito diferente da Sony, que tentou processar o rapaz; ou mesmo da Apple, que nada fez de útil em relação a ele. A gigante de Mountain View resolveu levar à máxima “se não pode vencê-los, junte-se a eles”.

O Facebook tentou fazer isso antes, mas não por muito tempo. A rede social contratou o hacker, que ficou trabalhando com eles por apenas oito meses e depois se demitiu.

geohot2

 

Um mero palpite é que, mais do que altos salários, é necessária grande motivação para chamar um cara desses. O Facebook teve por algum tempo. Mas, a ideia do Google de chama-lo para integrar uma equipe de hackers de elite, procurando as brechas de segurança mais complexas, e por uma boa causa ao mundo, deve ter um valor muito alto para ele.

Persona non grata

A história de GeoHot começa em 2007, quando ele tinha apenas 17 anos. Um mês após o lançamento do iPhone, ele já tinha descoberta uma falha de segurança e lançado o jailbreak. Daí para a frente, ele fez isso muitas vezes com o smartphone.

Um pouco depois, quando a Sony lançou o PlayStation 3 e o PSP, dois dos videogames mais “travados” já lançados, ele também encontrou maneiras de driblar a segurança e lançar meios de desbloqueá-los.

A Sony optou por processar o hacker. Acabou em pizza. Ele foi convidado a ir à sede da japonesa, onde explicou como encontrou a brecha e, em troca, o processo foi suspenso. Abaixo você vê um vídeo dele desafiando a companhia com um rap:

O post Dormindo com o “inimigo”: por que o Google contratou um dos maiores hackers do mundo? apareceu primeiro em Startupi.com.br.

fac jvGttZmPkTw

Via RSS de startupi

Leia em startupi

Comente este artigo

Populares

Topo