X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Empresa oferece produtos sustentáveis aproveitando resíduos agrícolas


Tamoios busca se tornar referência no mercado de embalagens e produtos sustentáveis com o desenvolvimento de tecnologias alinhadas ao beneficiamento de materiais naturais

por Ana Paula Meurer

ae capa

Inicialmente residente e agora incuba­da não residente do Centro de Inovação Empreendedorismo e Tecnologia (Cie­tec), a Tamoios Tecnologia e Consultoria (TTC) nasceu com a proposta de ofertar ao mercado produtos sustentáveis a partir do beneficiamento de resíduos agrícolas e urbanos. Desde 2009 a empresa trabalha na pesquisa e efetivação de alternativas para a criação de um material que tenha desempenho semelhante àqueles que contêm petroquímicos. Aposta, no entan­to, em um grande diferencial: a sustenta­bilidade.

A gestora financeira Carolina Guima­rães conta que tudo deslanchou no final de 2008, quando o sócio-diretor Rafael Tannus, até então único funcionário e re­presentante da empresa, teve o seu plano de negócios aprovado pelo Cietec. “Por um ano a Tamoios operou em uma sala restrita de 9 metros quadrados até que seu primeiro edital, Subvenção Econômica da Finep, fosse contemplado e o primeiro projeto fosse fechado”, relembra.

Desde então, o número de parcerias só ampliou, de acordo com Carolina. Além do centro de desenvolvimento de produ­tos na cidade de Itariri, no Vale do Ribeira, em São Paulo, a TTCpossui convênio com a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/USP para aprimoramento e de­senvolvimento de pesquisas na área bio­tecnológica.

A proximidade com a universidade sempre foi algo marcante na sua história e na de seus funcionários. Com a grande maioria dos integrantes graduados e pós-graduados em universidades conceitua­das como USP, Unicamp e UnB, a empresa potencializou o vínculo com as entidades acadêmicas de apoio ao empreendedoris­mo, como as incubadoras.

O constante crescimento faz com que a Tamoios invista e aposte ainda mais em sua equipe, ampliando o seu quadro de funcionários e pesquisadores ano a ano. Atualmente conta com o trabalho e co­laboração de 30 profissionais, entre eles celetistas, prestadores de serviço, esta­giários, bolsistas e consultores. Por meio de diferentes linhas de produção – com­pressão, extrusão e polpa moldada – a Ta­moios mantém sua amplitude produtiva atuando em diferentes segmentos de mer­cado, como o de decoração, paisagismo, embalagens, isolamento acústico e calços técnicos.

Vantagens

Na opinião de Carolina, a Tamoios teve o seu crescimento potencializado graças à proximidade proporcionada pelo Cietec/USP com os alunos, professores e labo­ratórios de pesquisa. “Além do ambiente propício para geração de ideias, ser uma empresa incubada soma-se outras vanta­gens ao currículo, como estrutura física de baixo custo, disponibilização de consulto­rias sobre gestão da inovação, negócios e pessoas, parcerias com entidades vincu­ladas ao Centro, credibilidade externa e aceitabilidade em eventos e congressos e troca de experiências com outros empre­endedores e outras empresas startup”, cita.

Com uma equipe extremamente qua­lificada e arrojada, somada aos recursos concedidos via editais de instituições como Finep e CNPq , a TTCtem investido e dedicado fortemente seu capital físico, financeiro e humano na pesquisa e desen­volvimento de novos produtos e proces­sos.

Até o momento, já foi contemplada com quase R$ 1 milhão em editais para o desenvolvimento de tecnologias alinha­das ao beneficiamento de fibras naturais, sendo que, destes, aproximadamente R$ 800 mil são não reembolsáveis. “Durante o caminho percorrido acreditamos que o grande motor para o crescimento da em­presa foi e tem sido a forma multidiscipli­nar e o caráter inovador com que lidamos com as informações e incertezas inerentes ao negócio.”

Com a vitalidade pulsante de uma jo­vem empresa, somada a um leque de cola­boradores experientes e com a inquietude por novas descobertas, a Tamoios Tecnolo­gia tem a intenção de se tornar referência no mercado de embalagens e produtos sustentáveis. Além da visibilidade e ben­chmarking como empresa sustentável, pretende desenvolver e trazer melhores perspectivas para a população local do Vale do Ribeira, assim como estender o im­pacto positivo do negócio a toda a cadeia produtiva formada em torno da indústria. “Com o apoio político e da comunidade local, pretendemos transformar o Vale do Ribeira em um polo de referência no bene­ficiamento de fibras naturais do Brasil.”

 

Via RSS de Empreendedor

Leia em Empreendedor

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo