X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Hotelli – e seus investidores – querem faturar R$ 20 milhões com hospedagens de última hora


ddedeaa Screen Shot    at    PMFundado em julho de 2012, o Hotelli é o primeiro serviço online brasileiro dedicado a vendas de quartos de hotéis no modelo Last Minute. A empresa funciona como ponte entre hóspedes que viajam de última hora e os hotéis que possuem quartos não ocupados. Ao todo são mais de mil estabelecimentos cadastrados, 140 mil usuários e uma previsão, até o final deste ano,  de ultrapassar 4 mil reservas.

 A ideia da criação do negócio surgiu quando Paulo César Garcia Jr., um dos fundadores do Hotel Urbano, percebeu no setor hoteleiro uma crescente no número de quartos ociosos, que, para compensar a falta de demanda, viam como única saída o aumento o valor da diária numa tentativa de reduzir o prejuízo com a não ocupação. A startup conta com uma série de investidores.

“O Brasil seguia na contramão mundial com relação aos preços praticados no Last Minute, pois não havia demanda direcionada exclusivamente para esta área. Enquanto nos Estados Unidos, essa prática de um valor mais baixo era comum desde o surgimento das agências de viagem online. E em matéria de hotelaria, um quarto não ocupado em um dia, significa dinheiro desperdiçado, já que os custos fixos de manutenção do quarto continuam existindo”, explica.

abbafb Equipe alta

Equipe da Hotelli

Através do Hotelli, os estabelecimentos possuem uma plataforma para o escoamento das vagas que não foram comercializadas, o que possibilita uma redução dos preços e, consequentemente, uma atração maior de clientes. “Nós somos a última esperança para hotéis e pousadas gerarem receita com seus quartos que não estão sendo utilizados, e dos consumidores em achar uma diária com preço acessível no último minuto”, completa  Garcia Jr.

Investimento

Em pouco menos de 6 meses no ar, o Hotelli já atraiu grupos de investidores e acaba de fechar seu primeiro round de investimentos. Liderado pela Lab22, dos investidores Fernando Campos, Henrique Mendes e Camila Farani, o investimento conta também com aparticipação da Polaris Investimentos do investidor Augusto Ferraz, Garan Ventures do investidor Rafael Moraes além da NH Investimentos, VoxPak além de outros investidores não revelados e que apostam no sucesso da empresa.

Para o investidor da Lab22, Fernando Campos, o grande diferencial da startup está na autonomia dos hotéis que passam a poder gerir as vagas com maior facilidade. “Pela primeira vez, estes estabelecimentos têm a liberdade para administrar sua ociosidade e preços diretamente pelo sistema, sem a necessidade de renegociar cada oferta.”, diz.

Previsão de crescimento

Em janeiro, o Hotelli irá lançar a primeira plataforma voltada exclusivamente para o mercado corporativo. Chamado de Hotelli Corporate, o serviço promete reduzir em até 60% o preço das diárias em comparação com os maiores sites de reservas do país e já conta com os principais grupos hoteleiros. No momento o serviço está disponível apenas para grandes clientes, porém o cadastro para novas empresas e hotéis já está aberto para interessados. Para 2013, a empresa espera atingir a marca de 90 mil reservas e um faturamento superior a R$ 20 milhões.

bebade jWWNjjrVf

Via RSS de startupi

Leia em startupi

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo