X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Os saltos da sonda Philae capturados em imagens


A sonda do coração de todos nós, a Philae, estava viajando a 0,5 m/s em direção ao formidável bloco de gelo e pedra conhecido como cometa 67P. Isto foi lento o suficiente para a nave-mãe Rosetta capturar a descida em imagens publicadas hoje pela ESA.

Estas imagens foram tiradas usando a câmera de ângulo estreito OSIRIS, um dos vários sistemas de imagem a bordo da Rosetta. O OSIRIS aparentemente é capaz de fazer imagens do cometa com uma excelente resolução de dois centímetros por pixel. A ESA diz que estas fotos têm, na verdade, 28 cm/pixel, e foram tiradas pela Rosetta quando a Philae viajava pelo cometa. Como você provavelmente já sabe, a sonda “saltitou” de volta para o espaço não uma, mas duas vezes, e acabou parando num lugar escuro e ficando offline, esperando a luz do Sol, como num sono encantado robótico.

Por mais triste que isso seja, vale considerar o fato extraordinário do pouso — para não mencionar a ideia de que, mesmo a 500 milhões de quilômetros de distância do seu computador, uma nave espacial conseguiu fotografar e enviar as imagens para a Terra.

Imagem: ESA/Rosetta/MPS for OSIRIS Team MPS/UPD/LAM/IAA/SSO/INTA/UPM/DASP/IDA

Leia mais sobre a missão Rosetta:

O post Os saltos da sonda Philae capturados em imagens apareceu primeiro em Gizmodo Brasil.

adb phCsADT FI

Via RSS de Gizmodo Brasil

Leia em Gizmodo Brasil

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo