X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Robôs agindo como humanos moraram nestas três casas por seis anos


Em uma rua de Knoxville, Tennessee (EUA), os moradores de três casas pareciam perfeitamente normais vistos de fora. Toda manhã, o chuveiro era aberto. Toda noite, ligavam-se as luzes e a TV. Mas não havia seres humanos morando nelas – só robôs fingindo ser gente.

A invasão domiciliar por robôs, descrita na Popular Science, tem na verdade uma explicação perfeitamente razoável.

Há seis anos, a Tennessee Valley Authority – estatal americana que fornece eletricidade para 9 milhões de pessoas – equipou três casas com diferentes níveis de eficiência energética. A Builder Home era basicamente uma residência típica; a Retrofit Home era uma casa tradicional que recebeu tecnologias para economizar eletricidade; e a High Performance Home foi feita do zero para consumir menos energia.

A TVA sabia que algumas casas consumiriam menos energia do que outras. Mas quanto elas gastariam? Comparar diretamente estas casas entre si é problemático. Moradores humanos de verdade podem ficar no chuveiro por períodos diferentes, ou podem se esquecer de desligar as luzes. A solução, claro, foi usar robôs programados para serem perfeitamente medianos.

Assim, os robôs se mudaram para as casas. Havia os Sistemas de Emulação de Corpo Humano, que lentamente vazavam água e calor para replicar a nossa transpiração e respiração. (Na verdade, eles eram lixeiras cheias de água e alguns equipamentos.)

e SfgUdpiBo

Via RSS de Gizmodo Brasil

Leia em Gizmodo Brasil

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo