X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Seu negócio pode ficar ainda melhor


cachorro-credito-brian-snelson-ed

Sempre que algo vai bem, seja no mundo dos negócios ou em qualquer outra coisa, temos uma tendência natural a nos acomodarmos um pouco, pois entramos numa zona de conforto. Mas a acomodação de uma empresa pode ser para lá de perigosa. Enquanto você curte seu momento de tranquilidade, os concorrentes podem enxergar uma fatia de mercado que você está ignorando.

Um exemplo está nos serviços de assinatura. À primeira vista, eles podem não ter nada a ver com o seu negócio, mas, se você pensar bem, talvez possa ganhar um pouco de dinheiro com isso. Quem mora nas grandes cidades tem mais dificuldade de passar em vários lugares para comprar itens variados. Por que não entregar uma parte dessas coisas de tempos em tempos na casa do consumidor?

Uma reportagem recente publicada no jornal The New York Times mostrou a história de Alex Zhardanovsky, um empreendedor digital que estava mudando seu negócio. Alex estava naquela fase de estudos de mercado quando percebeu no cotidiano uma necessidade que se transformou na base de sua empresa. Viu que todos os meses precisava ir a uma loja para comprar comida para seu cachorro – coisas que muita gente faz com frequência, em qualquer lugar do mundo. Por que não criar um serviço de assinatura de comida para animais de estimação? Você assina o serviço, determina o tipo e a quantidade e a comida chega direto na sua casa. Convenhamos que é bem prático. O negócio de Alex, o site PetFlow vem ganhando mais adeptos e já comemora 27 mil inscritos. No ano passado, o site faturou US$ 60 milhões, sendo que 60% vieram dos assinantes.

O exemplo de Alex pode nos ensinar várias coisas. Na minha visão, a mais importante delas, que vai além da história em si, é que você não pode se acomodar. Sua empresa poderia oferecer serviços de assinatura, por exemplo? Talvez seja o caso de pensar nisso. Sabe aquelas coisas que compramos sempre? Por que não assinar para receber direto em casa, de tempos em tempos, como fazemos com jornais e revistas? No Brasil já surgiram vários serviços de assinatura. Há desde vinhos e cervejas até roupas íntimas, passando por sapatos e produtos de beleza. É possível levar seu negócio físico para a internet? Pense o que você pode fazer para ampliar seu leque de consumidores, sem sair do nicho que você já domina. Isso pode trazer ainda mais receita para sua empresa.

Crédito da imagem: Brian Snelson

Via RSS de Papo de Empreendedor

Leia em Papo de Empreendedor

Comente este artigo

Populares

Topo