X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Empreendedorismo

5 maneiras de evitar o pesadelo das sessões de Brainstorming

maneirasdeevitaropesadelodassessõesdeBrainstorming

As sessões de brainstorming são um verdadeiro pesadelo na sua empresa? Você pode encontrar a solução com 5 passos simples


As sessões de brainstorming são um verdadeiro pesadelo na sua empresa? Você pode encontrar a solução com 5 passos simples

Existe um grande mito que afirma que não há nenhuma coisa tão ruim quanto uma má ideia. Pense no Windows Vista, a New Coke e a AOL-Time Warner.

Como essas ideias mal concebidas conseguiram chegar ao mercado com dezenas de vulnerabilidades a ponto de seus problemas só serem reconhecidos após o lançamento?

Uma boa teoria é que o brainstorming tem sido feito de maneira totalmente errada e pode acontecer facilmente com instituições icônicas, ou com micro empresas e startups.

Todos nós passamos por sessões de brainstorming. São sessões torturantes, competitivas, movidos à cafeína que preenche um buraco negro de equivocados projetos que também morrem em silêncio ou que assombram sua capacidade de seguir em frente.

Mas brainstoming não precisam ser pesadelos.

Aqui estão algumas ideias para tornar suas sessões de brainstorming mais empolgantes.

#1. Esteja presente

Para que uma sessão de brainstorming seja eficaz é preciso ouvir atentamente um ao outro.

Grandes ideias crescem a partir de outras ideias. E ouvir requer que as distrações estejam trancadas fora da sala de debate de ideias.

Isso significa eliminar bate-papo, e-mail e Facebook. Pode parecer óbvio, mas é mais difícil do que você pensa.

Estamos todos acorrentados à nossa tecnologia. E se alguém não fizer com que todos desliguem seus celulares e façam logout das plataformas de mídia social, isso não vai acontecer.

Todos precisam estar presentes e comprometidos com todos os sentidos quanto possíveis.

É impossível fazer uma sessão de brainstorming se as pessoas envolvidas não tiverem presentes e 100% dedicadas a ela.

É impossível fazer uma sessão de brainstorming se as pessoas envolvidas não tiverem presentes e 100% dedicadas a ela.

#2. Mantenha pequeno

Intimidade é a chave. O número ideal de participantes é de 5 pessoas ou menos. Muitas vozes levam pessoas a falarem sobre as outras e garante que somente o mais alto será ouvido.

Mais alto não significa melhor e você irá perder algumas ideias inovadoras dos mais quietinhos se você afogá-los fora no meio da multidão.

Para manter pequeno, determine a característica dos membros da equipe. Exclua as crianças problemáticas. Pessoas com ego descomunal ou resolutamente contrárias por natureza podem ser inestimáveis em certos papéis, mas esses traços podem transformar uma sessão de brainstorming, em uma competição de gritos.

#3. Não mantenha a competição

Competição acaba com a criatividade.

Você não quer que o medo do julgamento impeça que as pessoas contribuam com a geração de ideias e pensamentos.

Então deixe que as ideias fluam livremente sem se preocupar com quem tem o crédito. Coloque cada única sugestão, não importa o quão horrível no quadro.

A inclusão de ideias verdadeiramente terríveis cria um porto seguro, no qual as pessoas ficam livres para partilhar os seus pensamentos mais ultrajantes.

#4. Abrace a negatividade

A linguagem macia obtém resultados macios. A pergunta: “como isso poderia falhar?” precisa ser feita sempre que qualquer ideia é bem recebida e começa a ganhar força.

Esta questão-chave muitas vezes é varrida para debaixo do tapete, porque todo mundo quer parecer se positivo e otimista.

Isso é porque é importante garantir que seu brainstorming tenha um processo de habilitação adequado.

No final da sessão, faça uma lista de prós e contras para cada ideia popular.

Coloque até as melhores ideias à prova.

Coloque até as melhores ideias à prova.

#5. Viva o chefe

No início da sessão, é fundamental que um líder defina os parâmetros claros recomendados acima e então se mantenha quieto.

Se os funcionários visam agradar o chefe, eles não se sentirão livres para ser criativos. Enquanto o chefe deve exercer uma pressão durante a sessão, no final, o oposto é verdade. Impiedosamente, alguém deve limpar o convés de más ideias e tomar decisões finais sobre as boas.

Esta tarefa precisa ser feita por uma pessoa e ela precisa ser final. Saber que alguém estará fazendo a chamada no final deixa todo mundo confortável para dar palpite à vontade, ter ousadia de ser criativo e ter a chance de parecer estúpido durante o brainstorming.

É quando a magia acontece.

___

Este artigo foi adaptado do original, “5 Ways to Avoid Nightmare Brainstorming Sessions”, da Forbes.

Comente este artigo

Populares

Topo