X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

maes empreendedoras
Empreendedorismo

Mães empreendedoras: 3 dicas simples e práticas de como ser mais produtiva

Você está pensando em ter um filho, mas questiona o impacto que ele terá no seu trabalho?


Você está pensando em ter um filho, mas questiona o impacto que ele terá no seu trabalho? Ou talvez você já tenha filhos, e gostaria de algumas dicas para fazer as coisas fluírem melhor em casa?

Bom, esse artigo busca te trazer uma palavra de consolo e encorajamento. Mães são significativamente mais produtivas que mulheres sem filhos.

Mães são significativamente mais produtivas que mulheres sem filhos. Click To Tweet

Ficou interessada? Então me acompanhe.

Mães são naturalmente mais produtivas

Em 2014, pesquisadores do Federal Reserve Bank of St. Louis publicaram um artigo interessante, onde comparavam mulheres que nunca tiveram filhos, a mães com 1 ou mais filhos.

A pesquisa basicamente foi desenvolvida da seguinte forma: os pesquisadores desejavam entender o impacto que ter um ou mais filhos possuía sobre a produtividade de mulheres altamente qualificadas, contudo, como você quantifica a produtividade de uma cirurgiã, ou de uma consultora?

Basicamente, os autores enviaram questionários para mais de 30 mil pessoas, perguntando entre outras coisas “Qual o número de filhos que você possui? ” e “Qual o ano de nascimento de cada um dos seus filhos?”. Em seguida, os pesquisadores montaram um sistema para analisar a quantidade de pesquisas publicadas por mulheres respondentes na RePEc, a qual é uma iniciativa que busca melhorar a divulgação de pesquisas no ramo econômico. O número de publicações foi utilizado como medida relativa de desempenho, e os resultados foram surpreendentes.

Fonte: Federal Reserve Bank of St. Louis (Adaptado)

Fonte: Federal Reserve Bank of St. Louis (Adaptado)

Os autores encontraram que mulheres que não tinham filhos possuíam desempenho significativamente inferior a mulheres que possuíam um ou mais filhos, principalmente nos primeiros cinco anos de suas carreiras. Esse resultado fica ainda mais impressionante quando percebemos que mães de pelo menos dois filhos possuem os melhores resultados.

Ainda assim, esses resultados são um pouco contra intuitivos para a maior parte das mães. Isso acontece porque o nascimento de bebês realmente tira uma fatia da sua produtividade. Noites mal dormidas, filhos doentes e trocas de fraldas constantes são apenas algumas das diversas atividades que minam seu desempenho.

Mas como todos os pais sabem, os dias são longos e os anos são curtos.

Mas como todos os pais sabem, os dias são longos e os anos são curtos. De acordo com o artigo, enquanto que filhos possuem um impacto negativo no desempenho de suas mães assim que nascem, eles possuem o impacto contrário assim que começam a crescer. Isso provavelmente ocorre pelo grande senso de compromisso, determinação, responsabilidade e maturidade que mães se obrigam a criar para cuidar dos seus filhos. Além disso, mães tendem a encontrar maior motivação para trabalhar, já que estão sempre buscando deixar seus filhos em melhores condições.

É importante ressaltar que todo esse estudo foi feito em um grupo muito privilegiado de mulheres, onde a maternidade provavelmente foi bem planejada, elas provavelmente tiveram acesso a licença maternidade e possuíam recursos para pagar uma creche confiável e deixar seus filhos no horário do expediente.

Como ser uma mãe ainda mais produtiva

Bom, agora que já discutimos o impacto positivo que filhos possuem sobre suas mães a curto e longo prazo, eu gostaria de comentar algumas das melhores dicas para uma maternidade mais produtiva.

Prepare seus filhos

Bom, essa dica pode ser utilizada nas mais diversas situações. Duas das que eu mais gosto são para fazer compras e para preparar as refeições.

Vamos falar, por exemplo, que você gosta, ou precisa, levar seus filhos no mercado para fazer compras. Por experiência, você sabe que eles tendem a ficar correndo no mercado, muitas vezes gritando, e permanecem sempre pedindo para você comprar determinados itens, principalmente aqueles que não fazem parte da sua lista.

Como você combate esses maus comportamentos?

Comece a preparar seus filhos para o que vai acontecer antes mesmo de sair de casa. Ao entrar no carro, faça uma pequena reunião com eles, e conte onde estão indo, como você quer que eles se comportem, que tipos de comportamentos estão proibidos, quais itens serão comprados e quais itens não serão comprados. É necessário que você demonstre autoridade enquanto fala, e mantenha sempre o controle da situação.

Da mesma forma, você também pode preparar seus filhos antes de cozinhar suas refeições. Hoje em dia, muitos pais têm a dificuldade de fazer seus filhos comerem bem, já que seus filhos selecionam muito aquilo que colocam na boca.

Para combater isso, você pode começar a planejar todas as refeições da semana em um só dia, e colar na parede o que terão para cada uma das refeições. Dessa forma, seu filho provavelmente criará o hábito de sempre ver o cronograma de alimentação, e mesmo que queira comer outra coisa, terá que se acostumar com a ideia de que comerá conforme o planejado.

Imponha limites

Essa é outra dica que pode ser utilizada nas mais diversas situações.

Vamos falar que você está tendo dificuldades para realizar tarefas realmente importantes em casa, pois seus filhos acordam muito cedo e você não consegue trabalhar bem a noite após colocá-los na cama.

A resposta pode parecer óbvia, mas muitos pais não conseguem percebê-la. Imponha limites sobre o horário que seus filhos levantam. Uma forma bem bacana de fazer isso é comprando despertadores que mudam de cor conforme o horário. Você pode, por exemplo, colocar o relógio para ficar verde às 7h30, e aí seus filhos entendem que já podem sair dos seus quartos. Em contrapartida, enquanto o despertador fica azul, isso simboliza que devem permanecer na cama.

Crianças são extremamente sensíveis a limites, e respondem positivamente sempre que você seguir o que está planejado. É por isso que ameaças, por exemplo, não devem ser faladas em vão. Se você ameaça dar a volta com o carro caso seu filho não pare de chorar, é melhor que você esteja disposta a fazer isso mesmo case ele não te obedeça.

Não importa se é uma ameaça ou um convite, se seu filho começar a acreditar que você não segue aquilo que está falando, você perderá seu senso de autoridade com ele, e com isso ficará cada vez mais difícil impor novos limites.

Seja flexível

Por último, procure ser flexível com seus filhos. Todos os pais gostariam de saber o que passa na cabeça das crianças e como poderiam melhor ajudá-los a enfrentar seus desafios. Ainda assim, muitos pais falham em construir um sistema flexível o bastante para que seus filhos possam se abrir e pedir ajuda.

(Para saber mais sobre como montar um sistema flexível para seu filho, clique aqui).

Tenha paciência: mudanças não acontecem do dia para a noite

Ser mãe é um desafio para a vida, e deve ser sempre encarado dessa maneira. Ao aplicar as dicas colocadas nesse artigo, não espere que mudanças ocorram do dia para a noite. Tenha paciência! Seus filhos podem precisar de algum tempo para assimilar a novas ideias propostas por você e consequentemente para se acostumar ao novo sistema.

Seja persistente e siga aprimorando a forma com que você os educa dia-a-dia. Com essa mentalidade, tenho certeza de que em pouco tempo você conseguirá ser mais produtiva no seu trabalho, e seus filhos desenvolverão hábitos mais condizentes com o que você precisa.

Comente este artigo

Populares

Topo