X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Growth Hacking

Growth hacking pode ser black hat também

Growth hacking pode ser black hat também

Existe uma linha tênue que separa as boas práticas, das práticas desprezíveis na internet. De qual lado você está?


Existe uma linha tênue que separa as boas práticas, das práticas desprezíveis na internet. De qual lado você está?

Não é o título que garante a transparência de uma atividade. São as práticas.

Não é o título que garante a transparência de uma atividade. São as práticas.

A percepção é tudo. Principalmente quando falamos de marketing. Vamos pegar o SEO. Termos como “vendedor de óleo de cobra”, “golpistas” e “black hat” rapidamente veem à mente.

No outro lado do espectro de marketing estão título da moda para os profissionais do Vale do Silício, que adotaram o título de growth hacker como uma definição: aquele profissional em que a paixão e o foco estão empurrando as métricas através do teste de uma metodologia escalável.

E essa definição descreve o que esses profissionais fazem.

Na sua essência, acreditamos firmemente no termo que growth hacker significa. Com o big data tão prevalente, precisamos mudar a nossa forma de tomar decisões estratégicas de marketing no mundo 2.0.

Enquanto o marketing baseado em dados evoluiu, o growth hacker também precisou evoluir em suas táticas e técnicas.

Mas os autoproclamados growth hackers são muitas vezes capazes de causar o mesmo mal pelo qual o SEO (justa ou injustamente) é conhecido dentro de algumas organizações.

A LinkedIn usa uma terminologia confusa e spams para os amigos de seus usuários, com convites para todos os seus contatos de e-mail.

O Airbnb criou contas falsas de e-mail e spam na Craigslist.

Airbnb: estratégia duvidosa para crescimento dentro da Craigslist.

Airbnb: estratégia duvidosa para crescimento dentro da Craigslist.

Para um growth hacker, essas poderiam ser maneiras inteligentes para promover seus serviços através dos canais sociais disponíveis.

Mas será que essas práticas são diferentes do que alguém enviar um e-mail de spam através de um plugin para todos os seus contatos? Ou encher um blog de comentários através de Scrapebox?

Ambas técnicas estão enganando os usuários para fazer com que o alcance do negócio cresça magicamente.

Se chamamos isso de growth hacking, você acaba na primeira página de um blog sobre startups que cresceram com pequenos hacks.

Se chamamos de marketing ou técnicas de SEO, você ainda é listado nos blogs de startups, mas as pessoas lamentam sobre como você polui a internet.

O que você acha de si mesmo, ou da sua profissão não vai transformar você em um profissional black hat ou um spammers. São as práticas e estratégias que você vai desenhas e como vai executá-las que vai transformá-lo em um profissional idôneo e transparente.

___

Este artigo foi adaptado do original, “Growth hacking can be black hat too”, do Medium.

Comente este artigo

Populares

Topo