X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

SEO

Os 8 erros mais comuns de otimização de conteúdo de 2014

Oserrosmaiscomunsdeotimizaçãodeconteúdode

Você está tendo o desempenho que gostaria de seu site nos buscadores? Aqui pode estar o seu erro


Você está tendo o desempenho que gostaria de seu site nos buscadores? Aqui pode estar o seu erro

Você pode estar otimizando o seu conteúdo do jeito errado.

Você pode estar otimizando o seu conteúdo do jeito errado.

Como o marketing de conteúdo envolve influenciar as decisões de compra dos clientes por meio da criação e distribuição de conteúdo, a maioria dos comerciantes entendem a necessidade do conteúdo atraente.

No entanto, muitos esquecem frequentemente do impacto que o SEO pode ter sobre o sucesso do marketing de conteúdo.

Além de publicar conteúdo de alta qualidade e útil, seu conteúdo deve ser bem otimizado, para que possa ser encontrado pelos motores de busca, e mais importante, pelo seu público.

Infelizmente, com a quantidade de desinformação sobre o SEO, os profissionais cometem muitos erros de SEO, mesmo sem perceber, o que poderia estar custando uma queda em seu desempenho.

Como parte de um esforço para minimizar o número de profissionais que cometem erros de SEO, aqui estão os 8 maiores erros de 2014.

#1. Conteúdo duplicado

A publicação de conteúdo duplicado é um erro comum de sites, e que muitas vezes não são alertados sobre como isso prejudica seu desempenho.

Existem milhares de maneiras menos óbvias em que pode acontecer duplicação de conteúdo, como páginas HTTPS, parâmetros de URL e templates CMS.

Caso tenha detectado problemas com conteúdo duplicado, você precisa orientar os motores de busca a não indexarem páginas específicas de seu conteúdo através da tag “noindex”, “nofollow”, ou “rel=canonical” para preservar seu tráfego.

#2. Links ruins

O link building ainda é uma parte importante do SEO, mas nem todos os links são criados da mesma maneira. Existem bons links e links ruins, e muitos links ruins podem custar caro.

Os links ruins incluem links de sites irrelevantes, sites de spam, sites de jogos, diretório de links e sites de anúncios.

Felizmente existem muitas ferramentas, como o Open Site Explorer, ou o SEMRush, que você pode usar para reunir seus links.

Depois de ter os dados dos sites, você pode tentar remover maus backlinks entrando em contato com os administradores dos sites e utilizado a ferramente de link disavow do Google.

#3. Canibalização de palavras-chave e otimização em excesso

Embora muitas empresas tenham algumas palavras-chave que podem ser usadas em muitas páginas de seu site, colocar as mesmas palavras em todas as páginas pode gerir gravemente sua estratégia de SEO.

Como resultado, cada página de seu conteúdo deve ser otimizada para uma determinada palavra-chave.

Os buscadores trabalham para mostrar as páginas mais relevantes para uma pesquisa específica.

Se houver um número de páginas do seu site otimizado para as mesmas palavras, como os buscadores saberão qual é o mais relevante?

Eles não vão. Em outras palavras, você está deixando os motores de busca sem escolha na hora de retornar um resultado a um termo de busca.

Além disso, o excesso de otimização pode ser prejudicial para o sucesso do seu SEO. Você quer que cada página se concentre em uma determinada palavra. No entanto, você não pode usá-la demais.

Para evitar isso, a sua palavra precisa aparecer naturalmente em toda a página, dentro da tag de título, meta descrição e etc.

#4. Otimização de imagens

A otimização de imagens muitas vezes é uma reflexão tardia para muitos administradores, embora certamente não deveria ser.

O nome das imagens, títulos e tags podem afetar o SEO. Embora os motores de busca não possam “enxergar” as imagens, eles podem entender o texto e o código associado às imagens.

Você pode otimizar efetivamente sua imagem fazendo:

  • Salvando a imagem com um nome de artigo descritivo, que possa oferecer o contexto de como a imagem se relaciona com o conteúdo da página.
  • Utilizando a tag “alt” para servir como texto alternativo, quando uma imagem não pode ser exibida na página.
  • Incluindo palavras-chave e frases em tags de título de imagem para fornecer o contexto da imagem.

#5. Tempo de carregamento da página

Os motores de busca utilizam o tempo de carregamento de página como uma fator para ranquear a página, solidificando-o como um fator significativo de SEO.

Além disso, o tempo de carregamento da página afeta a experiência do usuário, e apenas com um atraso de 2 segundos pode resultar em taxas de abandono de ate 87%.

Felizmente, existem muitas ferramentas disponíveis para analisar a velocidade de carregamento da página, e diagnosticar potencialmente o que está causando o atraso no tempo de carregamento.

Além disso, você pode otimizar preventivamente o tempo de carregamento da página, reduzindo o número de redirecionamento, tamanho de imagens e evitando usar plugins excessivos, CSS e HTML.

O tempo de carregamento da sua página pode ser um grande inimigo.

O tempo de carregamento da sua página pode ser um grande inimigo.

#6. Conteúdo de baixa qualidade

Sim, isso ainda existe. Desde a primeira atualização do Panda, em 2011, os buscadores foram reprimindo os sites com conteúdo de baixa qualidade, ou conteúdo não escrito para o leitor.

Embora você queira que o conteúdo tenha palavras-chave e seja otimizado para os buscadores, ele ainda deve ser criado pensando no usuário final em primeiro lugar.

Seu conteúdo deve ser primeiramente, e acima de tudo, útil. Se você está apenas escrevendo o conteúdo pensando nos buscadores, você está falhando com seus usuários.

Concentre-se em falar com as dificuldades do cliente, respondendo perguntas mais frequentes, e agindo como recurso para o seu público.

#7. Palavras-chave sem foco

Quando usamos uma palavra-chave para otimizar uma página, você quer ter certeza de incidir sobre a mesma palavra para não perder o foco.

Isso pode ser confuso para os buscadores e para os usuários. Seja qual for a palavra-chave que você está otimizando, deveria ser coerente com ela em todas as tags de título, URL da página, conteúdo e imagens.

#8. Encontrabilidade

Se o seu conteúdo não pode ser encontrado, você está em apuros. Isso é especialmente verdade se você tem problemas de indexabilidade de páginas bloqueadas e links quebrados.

Afinal, o seu conteúdo precisa ser otimizado para os buscadores para que seu público o encontre organicamente.

Se os buscadores não podem encontrar e indexar suas páginas, o seu conteúdo não vai chegar no usuário final.

Por isso, é extremamente importante para os administradores verificarem com frequência que as páginas e os links estejam funcionando corretamente.

___

Este artigo foi adaptado do original, “The 8 Most Common Content Optimization Mistakes We Saw In 2014”, do Marketing Land.

Comente este artigo

Populares

Topo