X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

9 passos para derrotar os gigantes

Davi versus Golias

Um dos maiores e mais saudáveis desafios que as empresas enfrentam em seu dia a dia chama-se concorrência. Um exercício natural e diário sem o qual o termo “mercado” simplesmente não existiria. Tudo bem, mas o que dizer sobre a concorrência desigual, aquela imposta pelas grandes empresas, contra as de menor porte?

Davi versus Golias

Davi versus Golias. Essa é constantemente uma luta do empreendedor.

Como se não bastassem as dificuldades enfrentadas pelas pequenas (carga de impostos, inadimplência, burocracia, empréstimos, etc), em muitos casos, a concorrência com empresas de maior porte (melhores estruturadas), pode ser fatal. Então, uma pergunta se faz necessária: é possível a uma empresa de menor porte sobreviver ao poder de fogo dos grandes? A resposta: pode até não ser tão fácil, porém, é perfeitamente possível.

Pense bem, se fosse algo impossível, os grandes jamais teriam se tornado o que são, afinal, poucas empresas começam suas atividades dominando mercados (salvo as exceções das fusões de grandes corporações). Em sua maioria, quem hoje é grande certamente já foi pequeno um dia, desafiou concorrentes, e enfrentou com sucesso os ataques de quem tinha mais estrutura, mais tempo de mercado e mais poder de fogo. No final das contas, mesmo que não os tenha derrotado literalmente, os venceu naquilo que era necessário para sua sobrevivência no mercado.

A força dos grandes não pode ser ignorada, mas se por um lado eles dominam os mercados, por outro, possuem reações mais lentas e dificilmente tem o conhecimento regional que alguém de menor porte tem.

Então, como brigar “de igual para igual” com alguém que não é igual a você? Simples. Usando criatividade e seus diferenciais para atacar o “gigante” em seus pontos fracos (Lembra-se da história de Davi e Golias?). Detecte suas deficiências e as explore ao máximo e, principalmente, tenha coragem para realizar as mudanças que forem necessárias.

Alguns aspectos devem ser sempre levados em consideração para enfrentar os desafios do mercado e da concorrência desigual. Confira abaixo nove passos para enfrentar o gigante:

  1. Tenha excelência no seu atendimento, acima de tudo.
  2. Cresça com responsabilidade, dando sempre um passo de cada vez, afinal, há uma grande diferença entre ser empreendedor e ser irresponsável.
  3. Tenha um departamento de cobranças eficiente. A inadimplência é uma das maiores inimigas dos pequenos empresários.
  4. Flexibilize-se, pois centralizar informações e ações é o primeiro passo para o mal atendimento ao cliente.
  5. Fortaleça-se. Busque sempre parcerias estratégicas com fornecedores e empresas. Lembre-se sempre do ditado: “A união faz a força”.
  6. Simplifique sempre. Afinal, a burocracia não tem essa má fama à toa.
  7. Monitore constantemente seus clientes. Não se envaideça pelos elogios. Dê toda a atenção às críticas e às reclamações que receber, pois elas são o melhor termômetro para detectar falhas nos seus processos, e as corrigir rapidamente.
  8. Programe-se e planeje sempre o futuro.
  9. Contrate uma empresa ou um profissional que lhe oriente a utilizar corretamente as ferramentas de marketing e da comunicação para vender seus produtos e serviços. Saiba que já existem ótimas empresas e profissionais especializados no atendimento às empresas de menor porte.

Não existe fórmula mágica para o seu sucesso nos negócios, mas seguindo essas dicas, aparentemente simples, fica mais fácil você enfrentar os grandes. Sua empresa se fortalece, melhora o atendimento e, pode ter certeza, não há gigante capaz de entrar em sua “fortaleza” (fatia de mercado) se você tiver eficiência e uma carteira de clientes satisfeitos e fiéis.

Ficar estagnado, apenas se defendendo dos golpes do gigante, pode ser fatal! Portanto, tome a iniciativa e vá à luta!

Escrito por Marcel Antunes para HSM
Comente este artigo

Populares

Topo