X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Carnalita deve gerar oportunidades em Sergipe


Aracaju – Uma reunião na capital sergipana traçou estratégias para que as micro e pequenas empresas (MPE) se beneficiem do projeto Carnalita, convênio entra a Petrobras e a Vale para produção de potássio a partir do minério extraído no estado. O Sebrae em Sergipe, o governo do estado e a Federação das Indústrias (Fies) participaram da reunião com a mineradora nesta terça-feira (7).

O empreendimento, que receberá US$ 4 bilhões para a transformação da carnalita em fertilizante agrícola, necessitará de produtos e serviços que podem ser fornecidos por pequenos negócios. Para que isso seja possível, as MPE serão qualificadas para atender às exigências do programa de fornecedores da mineradora. Uma das propostas é seguir o modelo já adotado no estado pelo Sebrae e pela Petrobras, há seis anos.

“Vamos utilizar a nossa experiência junto ao segmento de petróleo e gás para também potencializar essa nova cadeia. Fortalecendo as micro e pequenas empresas, toda a economia do estado é beneficiada. Estaremos empenhados para alcançar os objetivos que serão traçados por todos os envolvidos nesse projeto”, destaca o superintendente do Sebrae, Lauro Vasconcelos.

A primeira ação a ser adotada pelas entidades é a realização de um seminário, em novembro deste ano, para a apresentação do projeto Carnalita. O evento mostrará as oportunidades de negócios proporcionadas pela iniciatva aos empresários sergipanos. “Novas empresas podem até ser atraídas pelo nosso Programa de Desenvolvimento Industrial para atender às necessidades da Vale”, ressalta o secretário do Planejamento de Sergipe, José de Oliveira Júnior.

Além do programa de capacitações, os gestores pretendem realizar rodadas de negócios entre as empresas. “O nosso objetivo é transformar o projeto Carnalita em uma referência no desenvolvimento de fornecedores e de mão de obra no segmento de extração mineral”, pontua o gerente de Relações Institucionais da Vale em Sergipe, José Roberto Macedo.

Carnalita

Fruto de um contrato assinado entre a Vale e a Petrobrás, em abril deste ano, no município de Rosário do Catete, o projeto deve produzir cerca de 1,2 milhão de toneladas de potássio nos próximos 30 anos, o que transformará Sergipe no maior produtor de fertilizantes do país. A jazida pertence à Petrobras e será explorada pela Vale. Durante a instalação da usina deverão ser contratados cerca de quatro mil trabalhadores. Já na fase de operação do empreendimento serão utilizados 700 profissionais.

 

Serviço:
Sebrae em Sergipe (79) 2106-7758
www.se.agenciasebrae.com.br
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo