X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Empresário do DF aposta no doce sabor da palha italiana


 Brasília – Uma das prováveis origens da palha italiana é que tenha sido criada por imigrantes do país europeu no Brasil. A combinação de leite condensado, chocolate e biscoito de maizena encanta os apreciadores de doces. Essa tradição é a base do negócio da Monteiro Bombons Finos, empresa brasiliense que participa do 12º Alimenta – Salão da Alimentação. O evento acontece até sábado (4) no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, promovido pelo Sebrae no Distrito Federal com apoio do Sebrae Nacional.

Os doces da Monteiro Bombons Finos também poderão ser apreciados na 32ª Convenção Anual do Atacadista Distribuidor, realizada pela Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados (Abad). A feira começa na segunda-feira (6) e segue até quinta-feira (9), no Riocentro, no Rio de Janeiro. A palha italiana de Brasília estará em exposição no estande da Rede Comércio Brasil, iniciativa do Sebrae que ajuda micro e pequenas empresas a acessarem mercados.

O empresário Ricardo Monteiro, proprietário da marca, conta que a ideia do negócio surgiu no restaurante da irmã. Ali conheceu a guloseima ítalo-brasileira. Encantado, decidiu investir na produção. Ele conta que foram muitas as tentativas até encontrar a receita ideal. “Depois disso, ainda investi na melhoria do produto com apoio de profissionais de engenharia de alimentos e nutrição”, lembra.

Menos de cinco anos após a criação, o produto já reúne prêmios na área de gastronomia, como o de melhor doce do DF, escolhido por um veículo da grande mídia nacional. Também rompeu as fronteiras de Brasília e é encontrado em estabelecimentos comerciais de Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo.

Atualmente, a Monteiro Bombons Finos fabrica 450 mil palhas italianas por mês. O empresário informa que a indústria contará com todos os seus processos automatizados até setembro. Dessa forma, o empreendimento terá potencial para produzir até três milhões de unidades do doce mensalmente. “Essa mudança também trará mais segurança ao nosso alimento, que não passará por nenhum tipo de manipulação”, assinala.

Valor

Ricardo Monteiro revela grande entusiasmo sobre sua participação no evento da Abad, na próxima semana. “Terei a oportunidade de negociar com grandes distribuidores do Brasil, de lugares como a Bahia e os estados do Sul”, ressalta.

O participante do estande da Rede Comércio Brasil aproveita para reforçar o valor da instituição de apoio às micro e pequenas empresas no cenário nacional. “Assim como quem quer tirar carteira de motorista precisa procurar o Detran, todo mundo que pretende abrir um negócio deve passar pelo Sebrae”, compara. “O Sebrae cuida do empresário, dá diretrizes e mostra o caminho da sustentabilidade”, elogia Monteiro.

Serviço:
Agência Sebrae de Notícias: (61) 3243-7851 / 3243-7852 / 9977-9529
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebrae
www.facebook.com/sebrae

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo