X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Projeto de aquicultura beneficia produtores paraibanos


João Pessoa – Cerca de 300 aquicultores paraibanos serão beneficiados com as ações do projeto Aquinordeste, coordenado pelo Sebrae na Paraíba, que tem o objetivo de integrar e fortalecer a cadeia produtiva da aquicultura na região Nordeste. No estado, a iniciativa vai atingir 20 municípios, garantindo a competitividade e sustentabilidade da atividade.

De acordo dados do Ministério da Pesca e Aquicultura, a Paraíba produziu mais de três mil toneladas de pescado da aquicultura marinha e continental em 2010. Em 2008, o volume foi de 2,5 mil toneladas – um crescimento de cerca de 20%.

O analista do Sebrae na Paraíba e gestor do Aquinordeste, Jucieux Palmeira, explica que a produção aquícola tem apresentado boas perspectivas, apesar do período de estiagem verificado em várias regiões paraibanas. “Visitamos recentemente produtores de nove cidades do Cariri e todos estavam satisfeitos com o volume de produção e vendas. A tilápia está sendo comercializada, em média, por R$ 12 o quilo. Os produtores tem uma margem de lucro relevante, o que mostra que a aquicultura tem contribuído para o desenvolvimento econômico de diversas regiões do estado”, relata.

No estado, Juciuex Palmeira ressalta que o projeto está focado nas culturas de ostra tambaqui e tilápia. Ele informa que na região nordeste a aquicultura está relacionada à produção familiar e associativista e é desenvolvida, na maioria das vezes, de maneira informal. “Se a atividade for tratada de forma empresarial competitiva, ela será capaz de oferecer renda para os produtores em níveis relativamente superiores à maioria das atividade agropecuárias tradicionais”, enfatiza.

Apesar do cenário promissor, a aquicultura paraibana, assim como a de todo o Nordeste, tem diversos desafios. De acordo com Jucieux, é necessária a organização e integração das cadeias produtivas, busca de licenciamentos ambientais menos onerosos e eficiente difusão de boas práticas de produção. “Essas medidas contribuirão para impactos sociais e econômicos positivos na atividade”, destaca o gestor.

Entre os dias 15 e 17 de março, analistas do Sebrae na Paraíba, do Ministério da Pesca e Aquicultura e do governo do estado, visitaram nove cidades do Cariri para conhecer o processo produtivo do setor na Paraíba. De acordo com Jucieux Palmeira, foi firmada uma parceria entre os órgãos para fortalecer e potencializar a produção aquícola no estado.

Serviço:
Sebrae na Paraíba: (83) 2108-1218
www.pb.agenciasebrae.com.br
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo