X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Projeto Pais aumenta renda e garante segurança alimentar


 

Brasília – Maria Verônica de Oliveira, agricultora da cidade de Monteiro, na região do semiárido do Cariri, na Paraíba, emocionou os participantes do Fórum Sebrae de Conhecimento que acontece até esta sexta-feira (18), em Brasília.

Com muito entusiasmo, Verônica contou que 25 famílias de produtores rurais melhoraram em mais de 100% a renda e a qualidade de vida, com a implantação do Projeto Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS), uma parceria da Fundação Banco do Brasil (FBB) com o Sebrae.

“Graças à implantação do PAIS, hoje plantamos 55 tipos diferentes de alimentos, como a batata doce, a beterraba, o coentro, e frutas como mamão e caju, que vendemos para a merenda escolar. Antes disso, eram apenas cinco culturas. Nossa vida melhorou mais do que 100%. Aprendemos a diminuir o uso de veneno. A nossa renda era de R$ 200 ao mês e hoje já chega a R$ 4,7 mil por mês”, comemorou Verônica de Oliveira que também é presidente da Associação dos Produtores Agroecológico de Monteiro.

Outra boa notícia, segundo Maria Verônica Oliveira, é a de que antes do Programa, os produtores gastavam muito com veneno e adubo. Com as capacitações do PAIS, eles aprenderam a fazer compostos para combater pragas. “Com o PAIS, conseguimos montar a feira agroecológica, onde vendemos nossos produtos. O lucro antes disso era só para a produção, mas agora, todos os produtores compraram carros e eletrodomésticos. Além da renda semanal com a feira, que chega a R$ 500, também vendemos para a merenda escolar e para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)”, disse.

Este ano, os produtores de Monteiro conseguiram, a certificação orgânica com o Ministério da Agricultura. “Nossos produtos são mais valorizados e mais aceitos no estado agora”, conta a produtora que conclamou a todos os presentes no Fórum a divulgar a agricultura orgânica. “Perdi meu pai por conta de venenos e hoje eu sei que qualquer coisa que a gente fizer, a natureza agradece”, conclui.

A moderadora do debate, a pesquisadora da Universidade de Brasília, Marilia Mendonça Leão, finalizou o painel afirmando que o depoimento da agricultora Verônica mostrou a importância do empoderamento social, do ganho social e o ganho da autoestima. “Estas instituições como o Sebrae, e nós que somos lideranças, precisamos continuar trabalhando para ajudar a trazer o alimento adequado para a população, porque a alimentação é um direito social garantido pela Constituição”, afirma.

Serviço
Agência Sebrae de Notícias: (61) 3243-7852/ 2107- 9104/ 3243-7851/ 9977-9529
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebrae
www.facebook.com/sebrae

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo

Populares

Topo