X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Rio forma primeira turma de Agentes Locais de Inovação


Rio de Janeiro – A entrega dos certificados para 128 jovens marcou o primeiro ciclo do programa Agentes Locais de Inovação (ALI) no Rio de Janeiro, ação promovida em parceria com secretaria municipal de Ciência e Tecnologia. Desse grupo, cem serão selecionados para atuarem nos próximos dois anos junto a cinco mil pequenos negócios fluminenses. A cerimônia aconteceu nesta quarta-feira (29), no Palácio da Cidade da prefeitura, zona sul da capital.

A função dos agentes é prestar um serviço personalizado às empresas, com foco em gestão e inovação. Eles visitam os empreendimentos e realizam um diagnóstico. Em seguida, estabelecem um plano de trabalho adequado a cada cliente.  Os agentes serão bolsistas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e receberão R$ 3 mil por mês e mais uma ajuda de custo de R$ 600.

Prestigiaram a cerimônia o superintendente do Sebrae no Rio de Janeiro, Cezar Vasquez, os diretores da instituição, Armando Clemente e Evandro Peçanha, e o gerente de Soluções e Inovação, Ricardo Vargas, além do coordenador nacional do programa, Marcus Vinícius Lopes Bezerra. Pelo governo municipal, participou o secretário de Ciência e Tecnologia, Franklin Coelho.

“Vocês serão profissionais que farão diferença no mercado porque poderão entrar nas empresas, entender como elas funcionam rapidamente e ajudá-las a agarrar todas as oportunidades. Vocês serão muito exigidos e cobrados por nós, mas tenho certeza de que irão corresponder às expectativas”, ressaltou o superintendente do Sebrae no Rio de Janeiro.

“Este momento é um divisor de águas. Eswe trabalho significa muito mais do que acompanhar pequenos negócios, onde não existe apenas um registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), mas sonhos. Agora, todos serão parte de um grupo de elite formado por 1.141 ALI que já atuam em todo o país”, valorizou o gestor nacional do programa.  

“Contamos com vocês para pensar além do tema das empresas, também sua inserção no território, para que elas possam se integrar na cadeia produtiva local”, arrematou o secretário Franklin Coelho. Para José Roberto Borba, representante dos formandos, o treinamento representou um grande salto para todos. “Aprendemos muito, sobretudo, sobre relações humanas. Estamos muito motivados para começar nosso trabalho”.

Mais informações:
Assessoria de Imprensa Sebrae
(61) 2107-9300 / (61) 2107-9300
(61) 2104-2770 / 2769/2766
(61) 3243-7851  

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo