X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Showroom na Bahia deve gerar bons negócios para artesãos


Salvador – Augusto Veloso é integrante da Associação Patuá e desenvolve trabalhos com madeira reciclada e cerâmica, principalmente para peças religiosas. Ele é um dos cem artesãos baianos que estão participando do showroom Brasil Original, que foi aberto na noite dessa quinta-feira (6), no Shopping Barra, em Salvador. “Participar já traz uma série de vantagens. Trocamos experiências e fazemos contatos. Comercializar é uma consequência e é o que esperamos”, comentou. O evento prossegue até o dia 7 de julho e aproveita o movimento gerado com a Copa das Confederações, que será realizada de 15 a 30 de junho.

Já a artesã Rosemary Bacelar, da Associação Baianas Caprichosas, contabiliza os bons resultados da participação em duas recentes Rodadas de Negócio, uma em Salvador e outra em Aracaju. Para ela, ações como o showroom ajudam a valorizar o trabalho desses profissionais e abrir novos mercados. “Estamos em uma área comercial de grande circulação de pessoas, que é o shopping. Como em todos os eventos de negociação realizados pelo Sebrae, esperamos ter um bom desempenho aqui”, destacou.

O Brasil Original é uma iniciativa do Sebrae Nacional e está sendo promovida cinco cidades que receberão os jogos da Copa das Confederações: Brasília, Fortaleza, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Salvador. No evento, também estão expostos artesanatos de outros quatro estados (Amazonas, Sergipe, Piauí e Paraíba) e do Distrito Federal.

A escolha dos produtos foi feita pela gestora do projeto ExpoArt Bahia, Aparecida Fernandes, e por consultores do Sebrae e do Instituto Mauá. Os critérios utilizados foram a qualidade na estética e no acabamento, a inovação com matérias-primas diferenciadas, produtos tradicionais com referência de design, artesanatos representativos com a identidade cultural e regional, e produtos com caráter sustentável (reaproveitamento de matéria-prima ou utilizando critérios de sustentabilidade ambiental, sem agredir o ecossistema e com tingimentos naturais).

Segundo o gerente de Comércio e Serviços do Sebrae Nacional, Juarez de Paula, um dos objetivos da ação é mudar a percepção do consumidor com relação ao artesanato brasileiro. “Essa ação foi pensada para aproveitar as oportunidades dos grandes eventos esportivos que estão por vir e reposicionar o artesanato no mercado, exaltando-o como expressão da arte popular”.

O superintendente do Sebrae na Bahia, Edival Passos, ressaltou a importância de montar um showroom em um espaço onde o fluxo de pessoas é grande. “Aqui, todos terão a oportunidade de conhecer o que existe de mais inovador em termos de design, artigos produzidos sob os critérios de sustentabilidade”, disse. Já o diretor-técnico da instituição, Lauro Ramos, falou sobre a atribuição do artesanato enquanto expressão da diversidade cultural brasileira. “São trabalhos de alto grau de qualidade e nosso papel, juntamente com os parceiros, é o de ampliar o mercado para esses profissionais”, pontuou.

Profissionais formalizados

A gestora do projeto ExpoArt, Aparecida Fernandes, que também é coordenadora do showroom, afirmou que todos os profissionais participantes são microeempreendeores individuais e possuem a carteira do artesão. “A ideia é abrir canais de comercialização e promover a valorização desses produtos”, finalizou. A expectativa dos organizadores é que o evento receba 30 mil visitantes e gere R$ 400 mil em negócios.

Serviço:
Agência Sebrae de Notícias Bahia
(71) 3320-4557 /4558 / 9222-1612 /9174-9142
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.ba.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebraebahia
www.facebook.com/sebraebahia

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo