X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Espaço dá visibilidade a empresários de sete segmentos


Natal – Um espaço dedicado à exposição de produtos e serviços de 78 empresas é um dos lugares mais visitados da Feira do Empreendedor do Rio Grande do Norte, que segue até este sábado (4) no Centro de Convenções de Natal. A área foi dividida em sete segmentos: turismo, comércio e serviços, produtos associados ao turismo, construção civil, têxteis e confecções, tecnologia da informação e agronegócios.

A coordenadora do Espaço Têxtil e Confecções, Mariana Deusdará Leal, acredita que a reunião do segmento em um único espaço estimula a parceria entre os empresários. “Eles ficam entusiasmados e algumas associações já foram possíveis nesses dias”, conta a coordenadora.

Anderson Magalhães, que produz uniformes, foi um dos que aproveitaram a proximidade com uma empresa produtora de bonés para fechar parceria. “Acertei com o pessoal a compra por um preço mais barato. Com isso, vendo o conjunto completo”, destaca. Mas não foi só isso. Magalhães percebeu uma concorrência mais preparada e partiu para o contra-ataque. “Vi que algumas empresas usam vídeos institucionais para promover seus produtos. Na próxima feira já terei os meus num site na internet”, planeja.

José Leônidas da Silva também é dono de uma pequena empresa de produção de uniformes. “Vim para perder o medo de participar de um evento como esse. Agora sei que posso montar um estande meu”, projeta. A experiência também serviu para chamar sua atenção sobre fatores às vezes sutis na vida de empresário. “As mulheres não entram para falar comigo, preferem ser atendidas por outras mulheres. Na próxima vez vou corrigir isso”, aponta o empresário.

Outra que comemorou os resultados da feira foi a empresária Ivete Lucas. Junto com o marido, ela toca uma pequena confecção no bairro Alecrim, em Natal. “Já fizemos mais de 10 contatos que podem virar negócio”, revela.

No segmento de agronegócio, quem ria à toa era o engenheiro elétrico José Martins Fernandes. Ele produz bonsai – técnica japonesa de cultivo de árvores em vasos. Ele não chegou a fechar um grande negócio, mas tirou do encontro uma idéia que certamente vai ampliar o mercado para ele. “As pessoas pediam bonsais de árvores típicas da região, como juazeiro, jurema e pau mulato, todas elas árvores perfeitas para fazer um belo Bonsai mas que eu nunca havia pensado”, diz Fernandes

Serviço
Agência Sebrae de Notícias: (61) 3243-7851 / 3243-7852 / 8118-9821 / 9977-9529
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebrae
www.facebook.com/sebrae

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo