X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

A lógica por trás do talento


De tempos em tempos, sempre aparece alguém me pedindo alguma opinião sobre a sua vida. Seja aqui no blog ou na vida pessoal, conduzo minhas respostas sempre alinhadas com uma teoria, que melhoro um pouquinho mais a cada novo dia. Uma teoria que, além de me deixar mais tranquilo, consegue se comprovar no acompanhamento dos acontecimentos da minha vida e das outras pessoas. Algo que sustenta tudo o que hoje faço e que acredito que possa ajudar você também é chegar às suas próprias conclusões. Como sempre procuro avisar, tenha cuidado para não admitir o que descrevo a seguir como sua verdade, pois o melhor aprendizado é tido através das próprias experiências e não em teoria. Assim sendo, vamos a lógica.

O MUNDO É LÓGICO
Olhe atentamente para tudo o que te cerca. Observe tudo o que existe ao seu redor. Note que tudo obedece a lógica e as leis da física. Tudo é concreto. Tudo é físico. Tudo tem uma forma. As esquinas das ruas são circulares porque esta foi a forma mais lógica que alguém pensou que poderia ser uma esquina. As coisas caem para baixo, porque existe uma força que puxa estas coisas para a Terra. Faço um convite para que você ignore todo o conhecimento que acumulou até aqui, para pensar logicamente comigo, porque se o mundo é lógico, precisamos compreender a vida e o talento tal qual eles são: lógicos.

APRENDIZADO CONTÍNUO
Muito se propõe a respeito do objetivo do ser humano, como se realmente houvesse um objetivo. As religiões dizem que a vida não acaba. Umas dizem que há um céu nos aguardando após a morte e outras dizem que existem outras vidas que iremos viver. Conceitos amarrados em uma promessa de futuro que não nos coloca na posição que hoje nós estamos: seres humanos. Somos animais racionais, que temos na gênese do nosso ser a evolução como princípio primordial. Mesmo que acreditemos em Adão e Eva ou na Teoria da Evolução, o importante é notar que em ambas evoluímos. E propondo uma visão ainda mais presente, por que não observarmos somente a nossa própria vida, para percebermos que evoluímos bastante de bebês até aqui? A evolução é algo intrínseco a natureza e é este o nosso objetivo de vida: morrermos mais evoluídos do que nascemos.

IMPULSOS DO APRENDIZADO
Como seres altamente sociáveis e com predisposição a evolução, temos impulsos diários para nos mover para frente. No entanto, fazendo uma reflexão simples, o que faz algo evoluir? Aprender aquilo que dá errado. É neste ponto que se apresentam nossos dois agentes de mudança, o desejo e o talento. Ambos nos conduzem a evolução, nos apresentando o que não fazer para evoluirmos mais rápido, pois tudo na natureza é feito para economizar energia e não desperdiçá-la. Tanto os desejos como o talento nos levam de encontro a dor, para nos mostrar o que temos que deixar de fazer para evoluir. No entanto o desejo, sendo fruto de conclusões absorvidas do mundo, nos engana. Pensamos algo como: “Tenho que trabalhar duro para viver a vida após os 40.” Ou então: “Tenho que ficar bonita para casar antes dos 30.” Esses pensamentos, quando cultivados diariamente, nos levam ao hábito de desejar ser aquilo que nossas conclusões nos fizeram acreditar que era importante. Já o talento é movido pela natureza do próprio ser humano. Uma predisposição natural que cada um possui. Existe o músico, o empreendedor, a bailarina, o locutor, a vendedora, etc. Talentos naturais que muitas vezes são ignorados, por acreditarmos que a lógica que temos do mundo é a real, ao invés de percebermos a lógica da nossa própria natureza.

CRENÇAS X VISÕES
É a mente que reflete aquilo que somos ou é o que somos que reflete o que a mente vê? Nossas crenças definem a distância entre o que somos e quem pensamos ser. Precisamos evoluir, é claro, com o pensamento refletindo nossas ações, mas gastamos muita energia nos preocupando com o que nossas crenças irão dizer. Crença vem da ideia que fazemos o que está fora, enquanto visão constrói fora as ideias que vêm de dentro. Perceba a sutileza. Crença e desejo andam juntos e de mão dadas, da mesma forma que visões e talentos. Ao invés de me perguntar o que eu preciso fazer, por que não se perguntar como eu devo fazer a partir disso que tenho? À primeira vista parece simples procurar um nicho de mercado que esteja dando grana, mas isso é uma ideia tola que não agregará nada à sua evolução, por mais que consiga a tal grana. Ao invés de investigar o mercado primeiro, o ideal é se investigar para descobrir o que “manda” a sua natureza, para poder, a partir deste ponto, criar o seu próprio mundo.

SATISFAZENDO A NATUREZA, CUMPRINDO O SEU PAPEL
O ser humano é um animal dividido em 7 bilhões de “raças”. O que funciona para mim, não funciona para você na totalidade. A lógica é que existem os minerais, os vegetais, os animais e o ser humano. Este último dividido em 7 bilhões de partes, cada uma com o seu aprendizado individual obtido através das próprias experiências. Cada uma dessas partes com uma motivação que conclama a ação baseada na natureza. Como seres humanos, nossa atividade fundamental é encontrar essa chama e identificá-la e usá-la para cumprirmos o nosso papel. Se você já se sentiu como se não estivesse evoluindo por um, dois ou cinco anos, isso pode ser uma amostra de que você está certo. Se sente que não evoluiu é porque não está satisfazendo plenamente sua natureza. Isto causa dor.

UM ARGUMENTO FINAL SOBRE A DOR
Quando estamos doentes o que acontece? Sentimos dor. Quando comemos alguma coisa estranha, como percebemos que comer aquilo pode ser errado? Sentindo dor. Quando as defesas do nosso organismo estão atacando vírus e bactérias invasoras, o que sentimos? Dor. A dor é um grande sinalizador de que estamos tomando um caminho errado. Se você sente dor, é sinal de que você não tomou a melhor decisão no passado. É sinal que você está incoerente com a sua natureza. Enquanto não dei ouvidos à minha natureza, me senti frustrado, incomodado, angustiado. Dor. Tudo dor.

Eu e você vivemos tão somente com o objetivo de morrermos mais evoluídos do que nascemos. Você é quem define o quanto irá evoluir baseado no quanto de poder você entrega à sua própria natureza lógica. Você é quem define o momento desta dor cessar e você iniciar sua evolução.

Acompanhe nosso trabalho:
rsstwitterfacebooklinkedinyoutubeyoutubeninggmailpaypal

b kBsxZUPKOw

Via RSS de Insistimento

Leia em Insistimento

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo