X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

As (futuras) donas da internet


ff Mulher na internet

Essa semana o TechCrunch postou um texto que mostra o poder crescente das mulheres na internet. Segundo o artigo – que por sinal, também foi escrito por uma mulher (Aileen Lee, sócia da Kleiner Perkins Caufield & Byers) – as mulheres são as principais consumidoras dos maiores e-commerces dos Estados Unidos como Zappos, Groupon, Gilt Groupe, EtsyDiapers. Mais que isso, Lee comenta que grande parte das companhias que vem crescendo entre o público feminino é, antes de mais nada, liderada por mulheres.

Aqui no Brasil a história é um pouco diferente. As mulheres andam sim comprando cada vez mais através da internet. Uma pesquisa feita pelo IBOPE Mídia, no início deste mês, mostra que em apenas um ano, a porcetagem de mulheres que fez alguma compra na rede cresceu de 10% para 18%. E não precisa pensar muito para descobrir o motivo desse aumento: os sites de compras coletivas, que chegaram ao país em março de 2010. A pesquisa traz dados que deixam bem claro o motivo pelo qual as mulheres usam bastante os sites de desconto:

– 82% das mulheres destacam que sempre procuram ofertas e descontos;

– 80% das entrevistas dizem que vale a pena pagar mais por produtos de higiene pessoal de boa qualidade;

– 70% são fieis à marca quando gostam do produto;

– 68%planejam a compra de produtos caros;

– 50% costumam experimentar novas marcas.

Mas, ainda sim, aqui em terras tupiniquins os homens são mais ativos nas compras online (a mesma pesquisa mostra que 24% dos homens entrevistado já usaram e-commerce). Porém, ao pensar sobre como Lee descreve as mulheres (mais sociais, mais interessadas em relacionamentos e melhores em lidar com mais de uma coisa por vez), de fato somos um mercado potencial muito bom para quem está interessado em trabalhar com e-commerce. Então, se essa é a sua ideia, talvez você queira parar um pouco para pensar em como nos conquistar. Mas olha, nos faça um favor: traga alguma ideia um pouco mais criativa do que mais um site de compras coletivas que oferece massagem e comida japonesa. Afinal de contas nós, mulheres, gostamos muito de novidades. Quer uma boa dica de como fazer isso? Traga mulheres para o seu time. Além de seu escritório passar a cheirar melhor, como diz Lee, elas podem ajudar o seu negócio a conversar de igual para igual com esse público cheio de vontade de consumir e com cada vez mais potencial de compra.

Aqui você pode ver um pouco mais sobre a pesquisa do IBOPE Mídia.

 

Via RSS de ResultsON

Leia em ResultsON

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo