X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Black Friday brasileira já acumula mais de 2.000 reclamações


Para se aproveitar a Black Friday brasileira, é preciso ter paciência: não só você precisa se esquivar de “promoções” enganosas, como precisa insistir se quiser as ofertas realmente boas – elas atraem muitas pessoas e deixam lento o site da loja.

>>> Dealzmodo especial: as melhores ofertas da Black Friday
>>> Três passos para não ser enganado na Black Friday brasileira

Por isso, não é surpresa que o evento esteja acumulando tantas reclamações. Segundo o Reclame Aqui, já são mais de duas mil queixas, concentradas em quatro lojas.

Desde as 18h de quinta-feira (27), quando começou a Black Friday, as lojas mais reclamadas são Submarino e Americanas.com. Juntas, elas acumulam mais de 900 queixas – quase a metade do total. Saraiva e Netshoes vêm em seguida, respectivamente com 324 e 113 reclamações. O ranking completo está aqui.

Nas lojas em geral, segundo o Reclame Aqui, a queixa mais recorrente envolvia maquiagem de preços, incluindo a famosa oferta “tudo pela metade do dobro”; ou a cobrança de frete caro para compensar o desconto.

A Camara-e.net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico) criou o selo Black Friday Legal para evitar a maquiagem de preços. As quase 500 empresas que assinaram este Código de Ética se comprometeram “a não realizar ofertas falsas… aquelas cujo preço sem desconto anunciado não corresponda com o preço real” – mas parece que não deu muito certo.

#blackfraude no @magazineluiza HD sempre custou de R$199 a R$250. E HOJE É DE R$459 POR R$219. #BrackFriday pic.twitter.com/2y0bj8PNJ8

— Lucas Harada (@lucasharada) November 28, 2014

Além dos preços, as principais queixas envolviam o funcionamento dos sites. Netshoes e Magazine Luiza, por exemplo, ficaram fora do ar logo depois da meia-noite e retornaram com lentidão. Enquanto isso, Americanas e Submarino fizeram uma fila de acesso para quem quisesse comprar ou navegar pelo site. Esses problemas foram resolvidos ao longo da madrugada.

@Walmart 70 dias úteis para me entregar um produto? #blackfraude tá valendo mesmo. pic.twitter.com/kAxOxcIQi1

— Marcio Lorran (@M_Lorran) November 28, 2014

O Reclame Aqui também destaca prazos de entrega enormes, indo de 30 a 50 dias úteis – ou setenta, como no exemplo acima.

Você teve algum problema na hora da compra? Conte para a gente nos comentários. [Reclame Aqui via Estadão]

O post Black Friday brasileira já acumula mais de 2.000 reclamações apareceu primeiro em Gizmodo Brasil.

de NRmIg pMcE

Via RSS de Gizmodo Brasil

Leia em Gizmodo Brasil

Comente este artigo

Populares

Topo