X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Como funciona o Edgerank do Facebook

Nem todas as publicações feitas por nosso amigos no Facebook aparecem no mural de noticias. Caso contrário, seria o caos. Quer saber por quê? Acho que você quer saber como você pode otimizar sua estratégia de comunicação através das páginas e atingir mais fãs?

Neste post vou explicar o que é o EdgeRank, o algoritmo do Facebook, e como ele posiciona as suas publicações. Mas antes de começar, deixe-me dizer-lhe que há muito em jogo. Estratégia de comunicação pobre pode significar que suas publicações não chegam ao seu destino e, portanto, inutilizar todos os seus esforços de marketing no Facebook.

O que é o EdgeRank?

Pense nisso. Cada usuário do Facebook tem centenas de amigos e existem dezenas de páginas no Facebook. Se qualquer ação que fosse feita, fosse exibida no News Feed seria um caos.

Daí veio o algoritmo EdgeRank, que é responsável pelo conteúdo que aparece em nosso feed. Em outras palavras, é uma espécie de filtro que permite que as histórias relevantes cheguem ao usuário, as quais são publicadas na nossa Timeline e aparece no ticker.

O EdgeRank é baseado em objetos e Edges

Objetos

O objetivo é a publicação em si, como um post ou atualização de status, que pode conter itens como fotos, vídeo, texto e links. Ou seja, um objeto é qualquer pedaço de conteúdo que você postar, e que é provável que apareçam no News Feed.

Cada objeto recebe um ranking (EdgeRank), que determina se ele aparece no mural de noticias do Usuário. Esses objetos que têm um alto EdgeRank aparecem nas noticias principais. Se você tem um EdgeRank baixo só aparecerá no ticker.

Edge

O Edge, no entanto, é qualquer ação feita em um objeto. Por exemplo, criar um objeto por si só é uma vantagem, se você receber um comentário, um compartilhar ou um “curtir” será outro Edge.

Como funciona o EdgeRank

Agora vem a parte interessante.

O EdgeRank processa todas as informações e as classifica pela sua relevância para o usuário. Se relevante a noticia é enviada para o newsfeed e se a demanda não é relevante apenas para o Ticker ou onde a sua mensagem terá uma vida curta. Na verdade, a publicação vai aparecer sempre em primeiro lugar no Ticker (feedback imediato), e só aparece para o usuário logo depois ou como o Edgerank entender, às vezes acontece de aparecer primeiro no Feed e depois no Ticker.

O Feed Inteligente

Este novo feed detecta quando foi à última vez que você conectou-se e exibe as histórias recentes mais relevantes que ocorreram em sua ausência.

Se há tempo você não entra no Facebook, especificamente no mural de noticias, quando o fizer, aparecerá a você várias manchetes, isto é, as histórias mais interessantes que ocorreram desde a última vez que você entrou classificadas por relevância e não ordem cronológica.

EdgeRank: como calcular

Cada Edge é avaliada com base em três fatores: (1) a afinidade, (2), peso e (3), tempo. Os resultados obtidos em cada um destes fatores são multiplicados. Se um objeto em relação a um usuário tiver mais de um Edge, então se somará esses valores e o resultado será EdgeRank.

As variáveis:

U – A afinidade entre o usuário que possui o Feed de notícias e criador do Edge.
W – O peso de cada tipo de Edge (criar um objeto, comentar, “curtir”, marcação, compartilhar, etc.).
D – O tempo de atenção ao tempo em o Edge foi criado.

Exemplo de cálculo de Edgerank

Um dos meus “fãs”, que tem muitos amigos no Facebook, entra em sua conta depois de 22 horas desde que eu postei algum conteúdo.

Será que essa pessoa verá a minha postagem?

Como eu disse, a simples criação de um objeto gera um Edge. Agora vamos calcular o resultado do EdgeRank com 3 variáveis.

1. Afinidade: O meu “fã” vem muitas vezes à minha página no Facebook para ver que coisas novas público. Além disso, quando entra em seu Feed de notícias e vê uma publicação da minha, muitas vezes dá um “curtir” e, ocasionalmente, também deixa um comentário.

Resultado: a afinidade com o criador do Edge = 5 pontos.

2. Peso: A criação de um objeto contendo um link é uma grande quantidade de peso com Edge porque o Facebook considera provável um alto grau de interação. No entanto, não é tão importante como  compartilhar um vídeo ou imagens.

Dito isto, como Avancei acima, é provável que o peso dependa também hábitos do usuário. Ou seja, se no passado responderam positivamente aos links ( comentários, cliques, “curtir”) agora terão mais peso.

Resultado: peso do Edge = 4 pontos.

3. Tempo: O Edge foi estabelecido 22 horas antes do usuário se conectar ao Facebook e olhar para seu newsfeed.

Resultado: Antiguidade do Edge = 2 pontos.

Resultado final do Edge: 5 * 4 * 2 = 40 pontos.

Como este objeto possui apenas um Edge seu EdgeRank será de 40. No momento em que o usuário fizer logon no Facebook o algoritmo irá calcular todas as histórias que podem aparecer no seu feed de notícias.

 AFINIDADE

Você certamente já deve ter reparado que se você visitar muitas vezes o perfil de um amigo, ou curtir, ou comentar suas fotos, depois de algum tempo, as atualizações do seu amigo irão aparecer em seus feeds de notícias.

A mesma coisa acontece ao comentar as mudanças de status de alguém que você conhece. Estes são os sinais que avisa ao Edgerank que você tem uma maior afinidade com esse usuário.

Em partes, Não é uma boa notícia para as empresas. Por exemplo, se sua empresa visita o perfil de alguém que está te seguindo, este não tem qualquer afinidade com você, ou seja, a possibilidade de um conteúdo que você publicou em sua pagina aparecer no newsfeed dele é mínima. No entanto, um comentário em uma foto, poderia determinar uma maior afinidade entre a empresa e o perfil da pessoa.

PESO

O peso de interação é uma fórmula que determina que conteúdos sejam mais propensos a aparecer em outras fontes de notícias. As imagens são mais importantes do que um “curtir” na página de uma empresa.

Há uma sequência de peso final das interações, mas existem mais objetos que adquirem Edgerank e, portanto, têm um peso diferente e superior. Os três tipos de conteúdo que têm um maior peso do que os outros são vídeos, fotos e links. Sabendo disso, devemos mudar a forma como nos comunicamos através do Facebook, incorporando objetos que têm um peso maior.

É interessante notar que o peso das interações é diferente de pessoa para pessoa. O simples fato de você navegar em determinadas imagens de um usuário, será mais propenso a tê-lo em seu feeds de notícias.

Deve-se ter em mente que apenas publicar imagens não é uma coisa lá muito estratégica, porque seu objetivo é atingir uma grande quantidade de pessoas, não só os entusiastas de imagens. Sempre ter mente que é necessário ter estratégias diversificadas, que utilizem fotos, vídeos e links.

É importante perceber que o Facebook tem uso político destes temas. Sempre haverá um momento em que Facebook estrategicamente empurra um item para os mais populares e de uma hora pra outra o empurra para baixo, o ideal é tentar entender que o Facebook está tentando promover.

Se a variedade é importante para atingir várias pessoas que tem interesse no conteúdo, a compreensão da importância dos diferentes tipos de objetos pode aumentar o público potencialmente.

TEMPO

O terceiro fator leva em conta o conteúdo fresco. O ideal é ter posts recentes que recebam interações prolongadas ao longo do tempo. O elemento final está ligado ao processo de classificação do Edgerank, que é o tempo de decaimento da notícia. Como o Edgerank é baseado em afinidade e peso de relacionamentos, é bem provável que noticias mais antiga tendem a sumir.

Vale lembrar que o algoritmo é impreciso, ou seja, um comentário em uma notícia antiga pode a fazer saltar para as primeiras posições com um passe de mágicas, ao contrário do Twitter, que é baseada apenas na ordem cronológica inversa (cada novo tweet reduz anterior).

A implicação lógica é que você tente criar atividades em momentos que o público está mais propenso a usar o Facebook, isso reduz o tempo de decaimento e aumenta a chance de que seu conteúdo atinja o newsfeed.

“Em última análise, o newsfeed não é apenas uma rolagem de notícias, mas é um terreno a se conquistar.”

EdgeRank não é o mesmo que popularidade

Que uma publicação receba muitos “curtis”, comentários ou compartilhamentos não significa ter um EdgeRank alto.

Em outras palavras, a popularidade tem o seu post, ou seja, o número de curtis e comentários recebidos tem pouco a ver com isso apareça como uma entrada na no feed de notícias dos seus fãs.

Caso contrário, as publicações de celebridades ou clubes de futebol, que estão acostumados a receber centenas de curtis e comentários, sempre seriam titulares em determinados tipos de publicações, por isso entra em jogo o fator Afinidade para controlar as aparições no feed.

Algumas dicas para melhorar seu EdgeRank

  • Usar fotos e vídeo (não abusar)
  • Incentivar a interação sem ser intrusivo
  • Faça perguntas e não deixe de responder
  • Crie enquetes
  • Use o Open Graph Protocol em seu site porque nem todas as interações ocorrem no Facebook
  • Promova a suas páginas / perfis também off-line
  • Manter um diálogo real com outros usuários
  • Inserir imagens ou links nas atualizações

Personalize suas publicações

Isso é importante. Não coloque suas publicações do Facebook no Automático. Caso contrário, é provável que sua mensagem não apareça no feed de notícias de seus fãs.

Evite o uso de aplicativos externos para atualizar seu status no Facebook. De acordo com um estudo conduzido por Applum, utilizar uma aplicação externa para publicar conteúdo Facebook reduz a probabilidade de interações por fã em média de 80%. Isso é porque o Facebook atribui menor peso às publicações que são feitas através de aplicações externos.

Não publique muitas vezes

Facebook não é Twitter. De acordo com um estudo da BuddyMedia (link), as páginas que publicam conteúdo 3 ou mais vezes em um dia recebe de seus fãs 29% menos interações do que aquelas que fazem menos de 3 publicações.

Isso em parte é normal se pensarmos que uma publicação no News Feed do Facebook geralmente dura uma média de cerca de 20h. Este valor varia de acordo com a página do Facebook em questão.

Melhor horário para publicar

Esta é uma das questões que sempre tem me perturbado desde que comecei a trabalhar com mídias sociais, gerindo páginas no Facebook. É importante saber a que horas o seu post vai gerar mais impressões, porque a mensagem tem chegar ao público-alvo, e também depende da quantidade média de interações dos usuários com a sua publicação.

Em novembro do ano passado, uma empresa dos EUA chamada Vitrue postou um estudo de 3 anos em que os pesquisadores apontam qual é o melhor momento para postar coisas no Facebook, e como o comportamento do usuário varia entre os dias da semana. Você pode ter acesso à pesquisa acessando este link (em Inglês).·.

Agora você sabe da importância do Facebook EdgeRank. Obviamente isto é apenas uma explicação feita com pincel largo de sua operação básica, os detalhes não são de domínio público.

Achou útil? Por favor, Compartilhar no Facebook dando “curtir” ou, melhor ainda, se postar o link em seu Facebook, terá ainda mais peso  . Obrigado!

Via RSS de Blog Marketing Digital 2.0

Leia em Blog Marketing Digital 2.0

Comente este artigo

Populares

CONTEÚDO EXCLUSIVO. TÁTICAS UTÉIS. EMPREENDEDORISMO COMO NENHUM OUTRO.

Para fechar esta janela, clique na área escura.

CLOSE
Topo