X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Onde vamos parar com os Wearable Devices?


wearable

Aproveitando que a Google anunciou uma prévia do seu SDK de Fitness, o Google Fit, e que a Apple está prestes a entrar de cabeça nesse mercado com seu poderoso Healthkit, vamos falar dos dispositivos vestíveis, os Wearable Devices.

Com certeza os Wearables Devices possuem um enorme potencial de mercado, serão a próxima corrida do ouro e muitas startups vão nascer milionárias da noite para o dia, como o caso da Pebble. Entretanto, muitos analistas de mercado estimam que não veremos grandes números em vendas como estamos vendo com os smartphones e tablets.

De acordo com o consultor da Park Associates, Harry Wang, por volta de 2018 haverá 120 milhões de Smart Watches sendo vendidos. Bem menos que os smartphones – em 2013 venderam um bilhão de unidades. É visível que essa nova tendência tem que vencer alguns desafios pela frente. Alguns deles:

  1. Segundo pesquisa da empresa Endeavour Partners, um terço dos consumidores perdem interesse em seus Wearables depois de seis meses após a compra.
  2. Os dispositivos vestíveis mais comuns são para Fitness. Entretanto, quase metade do mercado americano não pratica nenhum tipo de exercício.
  3. Alguns produtos competem com outros já estabelecidos. Como a decisão de um executivo em usar um Rolex ou um Smartwatch.

O CEO da pulseira Fitbit, James Park, afirma que seus consumidores, em média, estão acima do peso ideal. Portanto, James acredita que os dispositivos vestíveis devem trabalhar para mudar comportamentos e hábitos. A Fitbit está alinhada com o pensamento de especialistas.

Especialistas concordam que o engajamento dos usuários com os dispositivos vestíveis acontece quando o dispositivo não só apresenta somente dados como passos, calorias, pedaladas, etc, mas quando conseguem abordar rotinas e moldar a criação de novos hábitos.

Em suma, se sua startup quer investir nessa tendência, ótimo. Você estará investindo em um mercado potencial. Mas, conheça seus desafios, seus concorrentes diretos e indiretos e foque no engajamento.

Imagem: Wearable device concept of digital watch, hand drawing. via Shutterstock

O post Onde vamos parar com os Wearable Devices? apareceu primeiro em Startupi.com.br.

dbcfac AQWsUKBhEA

Via RSS de startupi

Leia em startupi

Comente este artigo

Populares

Topo