X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Projetos que mudaram o mundo


c ipad

Apple conseguiu mudar o hábito dos consumidores com processos de produção, gestão e produtos inovadores

Os professores Dov Dvir, da Universidade de Negev, em Israel, e Aaron Shenhar, da Rutgers Business School, em Nova Jersey, estudaram mais de 400 projetos dos últimos 60 anos que mudaram hábitos de consumo e revolucionaram os parâmetros da indústria.

Os pesquisadores conseguiram identificar características comuns nos projetos que levam a empresa a outro patamar de lucros; apresentam alto grau de inovação científica, tecnológica, de design ou operacional; e provocam tanto impacto em sua indústria que os concorrentes são obrigados a segui-los.

Características comuns entre 15 projetos especiais:

1) Projetos grandiosos criam uma vantagem competitiva única e/ou geram um excepcional valor para seus acionistas, clientes ou fornecedores

É o caso do computador AS/400 da IBM (hoje iSeries), lançado no final da década de 80. Ele catapultou a IBM à liderança do segmento de minicomputadores para pequenos e médios negócios. Dvir também coloca neste rol o prédio do Sydney Opera House, na Austrália – “uma maravilha arquitetônica” que atrai milhões de visitantes todos os dias desde que foi inaugurado, em 1973.

2) Eles envolvem parcerias
A Boeing não desenvolveu sozinha o 777, um dos seus maiores sucessos comerciais, lançado na década de 90. Oito dos seus melhores fornecedores foram convocados a pensar o projeto.

3) Eles forçam mudanças culturais (e derrubam mitos)
Nos anos 90, a BMW apresentou ao mercado o esportivo Z3, o primeiro carro da marca produzido nos Estados Unidos. Para muitos executivos da empresa, era um sacrilégio fazer algo fora da Alemanha. Mas a transferência fez bem à marca. O Z3 vendeu 50% mais que o previsto no mercado americano, o maior do mundo, e transformou a cultura da empresa.

4) O líder tem de se envolver
O papel de Bill Gates na concepção e na condução do programa Word para Windows foi decisivo para resolver os problemas técnicos e operacionais. Quando ele finalmente foi lançado, em 1989, após seguidos adiamentos, transformou-se em referência para o mercado.

5) Projetos grandiosos não criam tudo. Maximizam o uso de tecnologias existentes
O Word para Windows usou a arquitetura do Word para Macintosh, da Apple. A Apple, por sua vez, adotou uma tecnologia desenvolvida pelas empresas Fuse e Portal Player para criar o iTunes. E a Boeing comprou da Dassault Systèmes um software de engenharia sem o qual o 777 não sairia do chão.

6) Os times têm de ser maleáveis e ágeis para se ajustar a novos cenários e apontar caminhos alternativos
A Apple é conhecida por estimular pessoas dos departamentos de design, software, produção e até mesmo embalagem a estudar processos e tecnologias novas que facilitem rápidas alterações de rota.

7) As equipes são unidas e orgulhosas do que fazem
A equipe da Nasa que concebeu e construiu a sonda Kepler (cuja função é encontrar planetas próximos e com características semelhantes às da Terra) estava altamente inspirada, orgulhosa e comprometida com a missão. Eles se portavam como donos da Nasa e isso, segundo os pesquisadores, é fundamental para o sucesso de um projeto.

Com informações da Época Negócios.

Via RSS de Faça Diferente

Leia em Faça Diferente

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo