X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Spotify para iPad: uma olhada no futuro do Spotify e dos apps de música para tablets


Ainda não podemos usar o Spotify a menos que se apele para gambiarras envolvendo proxies, VPN e outras coisas meio gregas a usuários comuns, o foco do serviço. Lá fora, porém, os assinantes premium do serviço foram agraciados com a esperada versão do app para iPad. Ele não parece perfeito, mas traz boas ideias que podem influenciar o app em outras plataformas e até concorrentes, como o Rdio.

Adrian Covert, nosso colega do Giz americano, testou o app do Spotify para iPad e gostou do que viu. Segundo ele, o app é bem desenhado e utiliza o sistema de “páginas em camadas”, bastante comum no tablet da Apple (como o Twitter e o app do Google fazem). Há gestos para controlar a execução e os controles ficam sempre à vista. “Enquanto o app para iPhone é feito para o uso em trânsito, o do iPad foi desenhado para ser usado na sala de estar”, conclui.

Mas nem tudo são flores. Adrian reclamou de uma certa… lentidão nos comando, algo incomum em se tratando de bons apps para iPad, mas não para os do Spotify, historicamente problemáticos. Outro ponto de discórdia é a centralização da experiência em playlists ao invés de álbuns. A forma mais fácil e incentivada pelo app de acessar as músicas desejadas é com a criação de playlists. Álbuns solo? Apele para a busca.

af eEZ wzjbIQ

Via RSS de Gizmodo Brasil

Leia em Gizmodo Brasil

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo