X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Startups precisam amadurecer para sobreviver


survivor

Artigo por Tiago Brandes*

As startups brasileiras estão vivendo uma fase de amadurecimento após dois anos de euforia com a chegada dos investidores internacionais ao Brasil. Entre 2011 e 2012, a entrada de capital estrangeiro para financiar tecnologia funcionou como motor para um sem-número de iniciativas com aura de inovação. Não faltaram startups criadas para surfar na expectativa. Mas o cenário mudou em 2013, com um comportamento mais realista dos investidores e muitos neoempreendedores desistindo de projetos.

É o processo natural de maturação. As startups que crescem são capitaneadas por empreendedores sérios, que trabalham arduamente com a intenção de criar grandes empresas. Eles se diferenciam dos que chamamos de “startupeiros”, que imaginam que basta ir a eventos e colecionar projetos com amigos para alcançar o sucesso.

Coincidência ou não, grande parte das empresas que estão se consolidando no cenário brasileiro são do mercado business to business (B2B), em que os produtos são vendidos para empresas, diferente, por exemplo, das redes sociais, voltadas ao consumidor final. A ascensão do B2B faz as empresas perceberem em que o Brasil é diferente do Vale do Silício.

A relevância dos empreendimentos para o mercado B2B ficou evidente em 2014 no perfil dos participantes brasileiros do TechCrunch Disrupt, nos Estados Unidos, uma das principais reuniões mundiais de empresas nascentes. O CASE 2014, em novembro, no Brasil, foi outro evento importante do ecossistema de startups. Os encontros nos permitem ajustar as expectativas, para focar em negócios que tenham futuro dentro da realidade do Brasil. É o caminho para que o interesse do investidor estrangeiro volte a esquentar.

Uma das maiores oportunidades para as startups hoje está na automação de processos das micro e pequenas empresas, um mercado gigantesco e um grande desafio, devido ao nível de desenvolvimento ainda baixo. Empresas de tecnologia de Santa Catarina como ContaAzul, Resultados Digitais e Meus Pedidos estão alcançando esse mercado e crescendo. São provas de que é possível seguir a vocação inovadora contribuindo com o desenvolvimento de outros negócios a nossa volta.

*Artigo por Tiago Brandes, CEO da startup Meus Pedidos

Imagem: Dictionary definition of the word survivor via Shutterstock

O post Startups precisam amadurecer para sobreviver apareceu primeiro em Startupi.com.br.

ce jFVrASKuc

Via RSS de startupi

Leia em startupi

Comente este artigo

Populares

Topo