X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Tecnologia, ideias e motivação


ReproduçãoAtendimento, financeiro, vendas, recursos humanos… No início da empresa, é bastante comum que o empreendedor precise fazer um pouco de tudo. Até aí, tudo bem. Quem abre um negócio geralmente está disposto a “bater o escanteio e correr para cabecear”. Mas, quando o assunto é tecnologia, a maioria das pessoas prefere passar a bola para um programador – a não ser, é claro, que essa seja a habilidade principal do fundador. Será que aprender noções elementares de códigos é tão difícil assim? Ou tudo depende de quanto você precisa desse conhecimento? 

Seis dias. Esse foi o tempo que Melissa McCreery, sócia do Company Muse, levou para desenvolver uma nova ferramenta para sua plataforma. Focado no público corporativo feminino, o site reúne os melhores escritórios para se trabalhar nos EUA. Depois de consolidar uma audiência cativa, a empresária começou a planejar uma seção de oportunidades de emprego. Com uma equipe de programadores sobrecarregada, a ideia teria que entrar em uma longa fila de prioridades antes de ser colocada em prática.

Para não perder o tempo de lançamento, McCreery escolheu um caminho inusitado: aprender a programar. Segundo o Mashable, que publicou a história originalmente, depois de dois meses fuçando em fóruns e guias online, ela já estava pronta para criar a página do zero, sem nenhum conhecimento anterior sobre o assunto. Com 34 empresas cadastradas, o serviço entrou hoje (25) no ar (aparentemente, sem bugs). Sei que a história é extrema e não vale para todos os casos. Mas fica a reflexão: o que impede a sua ideia de se tornar realidade é dinheiro ou motivação?

Via RSS de Papo de Empreendedor

Leia em Papo de Empreendedor

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo