X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Vídeo no Comércio Eletrônico funciona!


ed adbadeaddedd wi

Galera, beleza? Nesse momento eu estou nos EUA participando do IRCE 2014, o maior e melhor evento sobre ecommerce do mundo!

A partir de agora eu vou publicar por aqui uma série de posts com as coisas mais interessantes que eu estou vendo por aqui.

Essa série de posts vai começar com insights sobre vídeos no ecommerce.

No primeiro dia do evento rolou uma série de palestras sobre o uso de vídeos no comércio eletrônico.

Lá vai…

Primeira coisa, vídeo FUNCIONA! Ninguém por aqui tem dúvidas disso.

Alguns números de uma pesquisa recente feita pela Treepodia:

– 96% das pessoas acham que o vídeo de produtos é útil para ajudá-las a tomar a decisão de compras.
– 58% dos consumidores acham que os lojistas que tem vídeo de produto mais confiáveis que os lojistas que não tem.
– 71% das pessoas afirmam que o vídeo deixa uma excelente impressão sobre o lojista que utiliza.
– 77% dos consumidores tem a percepção de que lojista com vídeo tem maior interesse em se engajar com ele.
– 73% dos americanos são mais propensos a comprar um produto depois de assistir a um vídeo que explica como o produto ou o serviço funciona.
– Mais de 90% do tráfego de toda a internet em todo o mundo são vídeos.
– YouTube já representa 28% de todas as buscas da internet.
– 52% de todos os vídeos visualizados na internet tem menos do que 3 minutos.
– 42% dos vídeos visualizados em um tablet tem mais de 10 minutos.
– 67% dos marketeiros americanos do ecommerce vão investir 4x mais em vídeos em 2014.

Vídeo é uma coisa muito nova para o comércio eletrônico. Então, o negócio é fazer testes sobre testes até chegar no formato que melhor converte em vendas e cria a marca.

Alguns dos tipos de vídeos que a galera nos EUA está fazendo:

– Vídeo de demonstração de produtos.
– Vídeos engraçados sobre os produtos.
– Vídeos de casos de sucesso e testemunhais.
– Vídeos de “por trás das câmeras da empresa”.

Algumas dicas na hora de fazer os vídeos:

– Não use jargões, tipo “atendimento, preço baixo, qualidade de produto etc”.
– Limpe o fundo do vídeo, use um fundo simples para fazer os vídeos. Talvez apenas a marca da empresa.
– Coloque a marca da empresa na camiseta do cara que vai aparecer no vídeo.
– Pense sobre agrupar os vídeos por categoria de produto.
– Faça com que o vídeo seja pessoal, coloque emoção nos vídeos, o apresentador deve ser alguém que as pessoas possam contatar a qualquer momento.

A Treepodia está fazendo vários vezes. Por exemplo:

1. Vídeo de produto com imagens de altíssima qualidade:

– 1,06% de taxa de conversão quando o produto NÃO TEM VÍDEO na página.
– 2,34% de taxa de conversão quando o produto TEM VÍDEO na página.

2. Vídeo de produto com produção semi-profissional (feito dentro da própria empresa com videomakers, editores e redatores de vídeos da própria empresa):

– 0,82% de taxa de conversão SEM O VÍDEO.
– 2,39% de taxa de conversão COM O VÍDEO.

Os benefícios de ter um vídeo de produto são muitos. Entre eles, fê-los indexados no Google.

Por exemplo, faça uma busca agora mesmo por “bota do sandro moscoloni” no Google… provavelmente o primeiro resultado que você vai ter na sua cara é do vídeo feito pela Rakuten para a Sandro Moscoloni, loja da Rakuten.

A Rakuten está fazendo vídeos para os nossos lojistas desde o ano passado. Nós já fizemos mais de 800 vídeos, alguns dos quais já estão com mais de 40 mil visualizações no YouTube.

Mas voltando ao evento… links de produtos com vídeos no resultado de busca do Google tem 41% de mais cliques!

YouTube é o grande canal de distribuição de vídeos para quem fizer vídeos. Alguns benefícios do YouTube:

– Uploads ilimitados, e você não tem que pagar nada por isso.
– Free hosting dos vídeos que você faz.
– Possibilidade de criar uma página no YouTube com a sua marca.
– Possibilidade de alcançar novos clientes.
– Possibilidade de dirigir os visitantes dos seus vídeos para o seu site através de links que você coloca no vídeo ou na descrição.
– Possibilidade de viralizar o seu vídeo.
– Funcionalidades Orgânica e Paga.
– Ferramenta de Analytics GRÁTIS.
– Possibilidade de colocar legendas GRÁTIS em todos os seus vídeos.
– Possibilidade de melhorar o SEO da sua marca e do seu produto no Google.

E quais seriam os KPIs de vídeos no YouTube? Para o YouTube, as questões que eles mais olham para rankear os seus vídeos são:

– Acima de tudo, a minutarem que as pessoas assistem dos seus vídeos. É mais importante o número de minutos assistidos do que o número de vídeos no seu canal no YouTube.
– Número de assinantes do seu canal no YouTube.
– Tráfego que você leva para o seu site a partir dos vídeos no YouTube.

Agora… algumas informações sobre os varejistas que mostraram suas histórias com vídeos por aqui:

1. Marbles The Brain Store. A Marbles é uma pequena loja americana que começou como quiosque em um shopping center e agora tem 28 lojas em 10 estados americanos.

A fórmula dos caras para o sucesso que eles tem com vídeos:

– 20% dos produtos que eles vendem na loja só tem na loja deles.
– Eles usam o vídeo para demonstrar o uso dos produtos.
– Eles usam vídeos para treinar os funcionários.
– O canal deles no YouTube tem mais de 10 mil assinantes com 350 vídeos!
– A taxa de conversão deles com os vídeos é de 41,9%!
– A taxa de bounce dos produtos dos caras caiu em 71% depois que eles colocaram os vídeos nas páginas dos produtos.
– A visualização dos vídeos no mobile cresceu 227% nos últimos seis meses!
– Todos os vídeos tem menos de 2 minutos de duração.
– Eles procuram explicar o que cada produto faz com total clareza.
– Eles não tentam empurrar o produto para cima de você nos vídeos. Eles são autênticos nos vídeos, não tentam vender nada, apenas informar.
– Os vídeos são divertidos, e bem humorados.
– A equipe de vídeo deles inclui: um videomaker, um editor, um escritor dos textos e um ator que aparece nos vídeos explicando como os produtos funcionam.

2. Vat19.com. A VAT19 é de um cara MUITO LOUCO. Totalmente QUEBRA TUDO! O cara criou uma loja de produtos malucos com vídeos malucos para pessoas diferentes. É SHOW DE BOLA!

Com uma pegada engraçada, autêntica, genuína etc, a VAT19 virou um hit no YouTube. O canal da VAT19 no YouTube tem mais de 800 mil assinantes e os seus vídeos já foram vistos mais de 445 milhões de vezes!

A palestra do fundador foi muito louca. Hehehe. Ele não está nem ai para qualquer tipo de métrica comum do ecommerce. As únicas coisas que importam para ele são: se divertir, ajudar as pessoas a encontrar produtos diferentes, vender.

Ele não está nem ai para o número de visualizações dos vídeos, ou mesmo assinantes do canal da empresa, ou comentários dos clientes, ele simplesmente acredita no que está fazendo, e simplesmente faz tudo com muita vontade, tesão e paixão.

3. ShowMeCables. ShowMeCables é um revendedor de cabos!!! O que pode ter de interessante em um vídeo sobre cabos??? Pois é… os caras conseguiram criar vídeos interessante sobre cabos que teoricamente não tem diferencial nenhum aos olhos do consumidor final.

Alguns números dos caras:

– 300% redução no bounce rate das visitas nas páginas de produtos
– 52% de crescimento no engajamento com as páginas de produtos que tem vídeos.
– Redução de 27% na devolução de produtos.
– 81% dos vídeos são vistos pelas pessoas até o fim.
– 1200% de crescimento em CTR quando o email tem links para assistir os vídeos!!! ANIMAL!!!

A palestra do cara do ShowMeCables foi INCRÍVEL! Além de compartilhar os números, ele criou vídeos especiais para o IRCE para ensinar a galera a fazer vídeos de produtos. FOI MUITO LEGAL!

Recado final da sala de vídeos: VÍDEO FUNCIONA!

Comecem pequeno, comprem uma câmera, preparem a história, sejam autênticos, usem o youtube, e arrebentem de vender!

Via RSS de BizRevolution. Um Novo Olhar Sobre As Mesmas Coisas.

Leia em BizRevolution. Um Novo Olhar Sobre As Mesmas Coisas.

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo