X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Marketing Digital

Quer dizer que você está pensando em criar uma comunidade online?

Quer dizer que você está pensando em criar uma comunidade online?

Quando falamos em criar uma comunidade online, o que passa pela sua cabeça?


Quando falamos em criar uma comunidade online, o que passa pela sua cabeça?

Uma verdadeira comunidade online não é formada em um passe de mágica.

Uma verdadeira comunidade online não é formada em um passe de mágica.

A cada dia que passa ouvimos mais clientes dizendo que querem iniciar suas comunidades online, tanto interna quanto externa.

As razões são variadas, de querer se conectar com funcionários, com o seu público online e conectar os usuários de suas comunidades off-line.

Como as empresas reconhecem as necessidades de mudar suas relações a base de transações para as relações baseadas em relacionamento, o desenvolvimento de comunidades vai continuar aumentando.

No entanto, o desenvolvimento de uma comunidade online não é uma tarefa rápida e fácil, e essa é uma realidade que muitas pessoas não conseguem entender direito.

Esses erros de pensamento são muito comuns. Quando se trata da criação de comunidades, as empresas devem reconhecer que isso leva muito – muito, muito, muito – tempo.

Por isso é preciso pensar em alguns fatores, que precisam ser tomados a partir de fatores como:

  • Você tem o seu conceito sobre comunidade fundado? Se você começar errado, estará condenado.
  • Você já fez sua lição de casa para determinar se a sua ideia corresponde a uma necessidade real?
  • Você já construiu ou incorporou a sua plataforma? Em termos de escolha de uma plataforma online, muitas empresas gastam dinheiro escolhendo e desenvolvendo uma plataforma sem nenhuma chance de sucesso.
  • Você já contratou um gestor de comunidade em tempo integral para liderar comunidades antes de convidar os primeiros membros dessa comunidade?

Supondo que você já passou por todas as etapas acima, você precisa avançar e saber como fazer para realmente trazer novos membros para a sua comunidade de maneira eficaz.

A prática de investir em uma estratégia maciça de curto prazo par atingir um grande público, ao invés de uma abordagem lenta e constante para o crescimento de participação em quantidades menores faz com que as empresas desperdicem muito dinheiro com esperanças irracionais.

Em vez disso, pense no crescimento de sua comunidade de maneira lenta e gradativa.

Quando você vai construir uma comunidade real em ambientes instáveis – pensemos no Japão e no fato de ele estar próximo ao Círculo de Fogo do Pacífico – você não constrói uma infraestrutura completa de casas e empresas, fazendas igrejas, escolas, clinicas e etc.

Japão: exemplo de desenvolvimento em uma área geográfica totalmente instável.

Japão: exemplo de desenvolvimento em uma área geográfica totalmente instável.

Nós começamos aos poucos, conhecendo o ambiente, o território e investido passo a passo na infraestrutura, para não sermos surpreendidos por quaisquer eventos avassaladores.

Com isso, aos poucos as coisas vão acontecendo. Uma vez que você comece a criar lentamente uma comunidade, com base nas necessidades e paixões das pessoas, as pessoas começam a frequentá-la e transformá-la em uma comunidade viável.

Ao longo do tempo, o que começou lentamente como um esforço desde os primeiros colonos, se torna uma próspera comunidade tecnologicamente avançada e desenvolvida, convidativa a outros povos.

Aqui no Brasil, nós mesmos vivemos citando o exemplo do Japão para se recuperar de crises e problemas, sua força tecnológica e, principalmente sua filosofia de vida e educação.

Isso é o que deve acontecer quando as empresas querem construir a suas comunidades online – tanto internas quanto externas – para outros públicos.

Descubra os early adopters ansiosos que entendem o potencial e estão dispostos a ajudar a explorar o novo território. Dê a eles tempo para construir os grupos, discussões características, benefícios e conteúdo que serão de valor para atrair novos membros.

Deixe que seus maiores defensores convidem outras pessoas para se unirem a elas neste novo lugar.

Faça o que a sua empresa fizer, não se deixe tomar pelo ímpeto de investir grandes quantidades de tempo e orçamento para a conclusão da infraestrutura, seguindo uma tentativa de fazer um grande lançamento.

As comunidades geográficas que vivemos são construídas lentamente ao longo do tempo. Aprenda uma lição de como a sua cidade foi construída e, tenha a mesma atitude com sua comunidade online.

Pode não parecer nada sexy essa estratégia de não produzir números mágicos, mas é a melhor chance de realmente criar e alimentar uma comunidade online sustentável.

___

Este artigo foi adaptado do original, “So You’re Thinking About Starting an Online Community”, do Socialmedia Explorer.

Comente este artigo

Populares

Topo