X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Estudantes suíços conhecem realidade de empresas no Brasil


 São Paulo – Simon Scherzinger, de 28 anos, acredita que o Sebrae seja importante para transferir conhecimento à sociedade. Thomas Hirt, de 30 anos, desconhece existir na Europa trabalho tão grande de apoio às micro e pequenas empresas. Samuel Garoni, de 24 anos, aprende o português porque tem como foco trabalhar e empreender na América do Sul, principalmente no Brasil.

Em comum, os três estudantes do curso de Negócios da Universidade de Zurique (Suíça) estão no país com um grupo de outros 55 alunos para conhecer empresas nacionais e a importância do empreendedorismo para o Brasil. Em visita ao Sebrae em São Paulo, no final da tarde de segunda-feira (23), eles tiveram uma aula sobre como a entidade pode ajudar os pequenos negócios a se desenvolverem com sustentabilidade.

É a primeira vez que um grupo de estudantes do exterior conhece como o Brasil trabalha o tema do empreendedorismo, disse a consultora de comércio exterior do Sebrae em São Paulo, Rose Mary Estácio. “Queremos interação maior com estrangeiros interessados no desenvolvimento de pequenos negócios, principalmente como investidores. Por isso, faremos a tradução de vários conteúdos, para proporcionar maior intercâmbio de conhecimento”, explicou.

Crescimento

Na abertura do evento, o diretor-técnico do Sebrae em São Paulo, Ricardo Tortorella, afirmou que o crescimento econômico do país frente à crise que abate os países europeus e os Estados Unidos eleva o Brasil a um patamar de região de oportunidades, principalmente para quem quer empreender. “Aqui a maioria das nossas empresas são micro ou pequenas e estão crescendo, gerando oportunidades de emprego e renda para a população. Vocês irão entender como é empreender em uma sociedade com desenvolvimento tão rápido como o nosso”, observou.

O consultor da instituição, Renato Fonseca, falou sobre o Sebrae e a economia dos pequenos negócios no Brasil. Segundo ele, a previsão para 2015 é que existam em São Paulo perto de 3 milhões de empresas formalizadas, contra um total de 1,5 milhão hoje. O Sebrae em São Paulo atua em 150 projetos, em todos os segmentos de mercado.

Animado com a possibilidade de empreender no Brasil, o estudante Samuel Garoni acredita que instituições como o Sebrae tenham papel importante para o desenvolvimento da economia. “Estou falando portunhol porque tenho todo interesse em saber como as empresas brasileiras estão fazendo para vender aqui e no exterior”, justificou.

Turismo

Responsável pela vinda dos estudantes ao Brasil, o empresário de turismo Carlos Aguiar foi enfático ao destacar a importância do Sebrae no desenvolvimento do seu negócio. Aguiar contou aos estrangeiros que foi piloto da Força Aérea e quando se aposentou ficou completamente perdido. Procurou o Sebrae, em Brasília, e obteve apoio para desenvolver um novo negócio.

Criou a Virtual Turismo, empresa que tem a internet como sua principal ferramenta. “Recebemos todas as solicitações pela web e finalizamos com um atendimento personalizado”, mostrou. No ano passado, Aguiar começou a realizar parceria com agências europeias e chinesas para trazer empresários e estudantes ao Brasil. Os alunos europeus seguem viagem para o Rio de Janeiro, Brasília e Manaus. “É uma viagem de conhecimento, sem festas ou turismo”, assinalou Aguiar.

Serviço:
Agência Sebrae de Notícias: (61) 3243-7852/ 2107- 9104/ 3243-7851/ 9977-9529
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebrae
www.facebook.com/sebrae

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo