X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

365728-636190610546181732-16×9
Liderança

Princípios fundamentais do trabalho em equipe

Em equipe, devemos agir como integrantes de uma unidade coesa e funcional

Trabalho em equipe significa sinergia, integração, interação e produtividade. Quando diferentes indivíduos unem suas forças, habilidades, talentos e capacidades para produzir algo singular, o resultado final, evidentemente, é algo que dificilmente um único indivíduo poderia produzir. É claro que o trabalho mais introspectivo, individual, tem o seu respectivo valor, mas contribuir como integrante de uma equipe para a criação de um projeto, ou do trabalho de um cliente, pode ser uma experiência tão formidável quanto gratificante. No entanto, ainda que um trabalho em equipe não possa ser considerado difícil, nem todas as pessoas mostram qualificações para tal. Afinal, o que é necessário para realizar um trabalho em equipe prático e eficiente?

Evidentemente, o primeiro passo é respeitar a hierarquia. Fazer apenas aquilo que nos foi solicitado, evitando desnecessária intromissão nas competências alheias. Se existe algum espaço para que possamos contribuir com iniciativas e sugestões, sempre é bom fazer um uso equilibrado do mesmo. Devemos ser objetivos e concisos em qualquer explanação que, por ventura, venhamos a agregar, e não devemos interromper os colegas que também queiram contribuir com suas ideias. Ter exata noção do seu espaço, e não interferir no espaço dos colegas, é fundamental para desenvolver uma saudável dinâmica de grupo. Lembre-se: o resultado final do projeto será uma coleção das melhores ideias de cada indivíduo, e não as ideias ou conceitos de um único integrante da equipe. Portanto, sinta-se à vontade para agregar, mas lembre-se de respeitar as opiniões e contribuições dos seus colegas, mesmo quando são divergentes das suas. Elas são tão importantes quanto.

Mas em quê, exatamente, estarei apto a contribuir?

Normalmente, uma equipe é constituída por diferentes indivíduos, com diferentes competências. Usar suas habilidades da melhor maneira possível é a forma mais eficiente de contribuição. A grande vantagem de um trabalho em equipe é que seus muitos integrantes estarão aptos a contemplar inúmeras soluções para um grande número de problemas, primariamente, porque cada pessoa enxergará o projeto – e não apenas o projeto em si, mas cada uma de suas etapas –, por diferentes perspectivas. Desta maneira, cada um poderá contribuir, da sua maneira, para a execução do trabalho em questão. O que deve ser feito é um encadeamento, uma simbiose, das melhores ideias, para a obtenção do melhor resultado. Tudo, é claro, buscando executar um trabalho de qualidade, capaz de superar as expectativas do cliente.

Como a maioria de nós trabalha com outras pessoas, desenvolver um trabalho conjunto não costuma ser um desafio tão grande assim. Quando cada um dos integrantes sabe o seu lugar no grupo, além da maneira apropriada de executar suas funções, um trabalho em equipe pode tornar-se uma tarefa satisfatória e recompensadora, que agrega valores profissionais em cada um dos envolvidos, nos ensinando a respeitar e a valorizar o trabalho alheio.

Trabalhos em equipe, no entanto, podem ser desgastantes com os indivíduos errados. Em uma equipe, ninguém é melhor do que ninguém. Humildade e modéstia, sem dúvida nenhuma, são qualidades e valores fundamentais para o desenvolvimento de uma boa dinâmica de grupo. Funcionários egocêntricos, individualistas, arrogantes ou prepotentes não raro comprometem a sinergia e o desempenho do que poderia ser uma boa equipe. Se, em virtude de suas competências e qualificações, indivíduos deste calibre vierem a integrar o grupo, é altamente recomendável que o responsável pelo projeto chame a atenção do funcionário em questão para a sua atitude.

Evidentemente, um trabalho em grupo não deve ser destituído da figura do líder, aquele indivíduo que, perante o cliente, é o responsável pelo projeto, sendo também o indivíduo que cobrará resultados individuais de cada integrante, verificando a qualidade do trabalho. É ele que não permitirá que a anarquia se instaure, e ficará cobrando todos, para que não passem do prazo. O líder, no entanto, ainda que, perante o cliente, seja o realizador, ou o idealizador do projeto, não deve nunca reclamar toda a glória do êxito única e exclusivamente para si. Sabiamente, ele irá reconhecer a importância do trabalho de cada integrante da equipe, valorizando as qualidades e competências de cada um dos envolvidos.

Um trabalho em equipe bem desenvolvido nos propicia uma grande sensação de realização. Muito melhor do que trabalhar sozinho, onde não desenvolvemos uma percepção abrangente a respeito da tarefa em questão, ou do nosso desempenho em particular, o trabalho em equipe nos oferece, além de um profundo senso de obrigação e dever, uma projeção de diferentes perspectivas, ao passo que, muito mais do que ensinar, buscamos aprender com os outros. Compreendendo como diferentes profissionais reagem aos mesmos desafios criativos e produtivos que nós, desenvolvemos uma categoria muito pessoal de aprendizado, que, por sua vez, nos instiga a um nível mais profundo e sensível de aprimoramento. Isto, sim, desenvolverá em nós as competências de um profissional maduro, ágil, responsável e comprometido com o sucesso da empresa.

Comente este artigo

Populares

CONTEÚDO EXCLUSIVO. TÁTICAS UTÉIS. EMPREENDEDORISMO COMO NENHUM OUTRO.

Para fechar esta janela, clique na área escura.

CLOSE
Topo