X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Destaques

Projeto visa fortalecer turismo no Brasil Central


Cuiabá – Promover ações integradas visando ao fortalecimento do turismo regional é o trabalho que vem sendo desenvolvido pelas unidades estaduais do Sebrae em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal. A iniciativa tem o apoio da Associação Brasileira dos Sebrae Estaduais (Abase) Centro-Oeste, a partir de um convênio firmado com a Fundação Barcelona Media, entidade de renome internacional, cujo foco é a promoção, desenvolvimento e execução de projetos inovadores envolvendo o setor público e privado.

A Cooperação Técnica Internacional para o Projeto de Desenvolvimento do Turismo do Brasil Central consiste em reestruturar roteiros e produtos para que a região participe mais dos mercados regional, nacional e internacional, melhorando a competitividade. O plano desenvolve seis áreas estratégicas da região – as Zonas de Ação Prioritárias (ZAP), que devem servir como piloto e exemplo para estender medidas de melhoria a outras áreas do Brasil Central.

A diretora do Sebrae em Mato Grosso, Eneida de Oliveira, destaca a importância de se fazer um trabalho na região como um todo, ampliando assim o leque de oferta e permitindo que os empreendimentos se tornem mais competitivos. O consultor da Barcelona Media, Jaume Garau, informa que o trabalho está focado na comunicação com o mercado, primeiramente interno, ou seja, de curta distância, uma vez que no Brasil Central existem 14 milhões de potenciais turistas, seis milhões dos quais se concentram nas quatro capitais (Brasília, Goiânia, Campo Grande e Cuiabá).

Ele aponta ainda que 70% dos turistas brasileiros viajam dentro da própria região. “Depois, vamos focar no turista de média distância. Dentro do país, temos 40 milhões de turistas, um mercado bastante promissor”, constata. Os municípios priorizados em Mato Grosso são Chapada dos Guimarães e Poconé; em Mato Grosso do Sul, Bonito e Corumbá; em Goiás, Chapada dos Veadeiros e Pirenópolis; e, no Distrito Federal, Brasília.

Entre os resultados do trabalho estão um Plano estratégico do Turismo para o Brasil Central e sete outros para o desenvolvimento do turismo das localidades eleitas. A partir de um diagnóstico das áreas, foram desenvolvidos cinco produtos: arquitetura e patrimônio (Brasília e Pirenópolis); natureza (Pantanal, Chapada dos Veadeiros e Bonito); eventos (Brasília, Pirenópolis e Bonito); pesca (Pantanal); cultura e patrimônio (Pirenópolis e Chapada dos Guimarães).

Para Chapada dos Guimarães, onde o projeto está sendo desenvolvido em parceria Secretaria de Desenvolvimento Turismo de Mato Grosso (Sedtur) e prefeitura, o trabalho prevê o ordenamento da cadeia de turismo no município, capacitação, roteirização e mercado, envolvendo 48 empreendimentos.

Parcerias

A presidente do Conselho Municipal de Turismo (Contur), Sônia Bezerra, da pousada Vila Guimarães, destaca que os empresários estão mais unidos e buscando soluções conjuntas e também ressalta a importância de parcerias com a Sedtur, Sebrae e outras instituições. Um dos gargalos apontados por ela é a capacitação de mão de obra. O município já tem cinco circuitos formatados – Aventura, Turismo Ecológico, Educacional, Panoramas fotográficos, Gastronômico – e um produto inovador, a trilha para deficientes visuais.

Serviço:
www.sebrae.com.br
Central de Relacionamento Sebrae em Mato Grosso
0800 570 0800
Unidade de Marketing e Comunicação Sebrae-MT
(065) 3648 1261 e 1262
www.mt.agenciasebrae.com.br
youtube.com/sebraematogrosso
twitter.com/sebraemt
Rita Comini/MTB 276/MT – 55 65 9932-1890
Maria Terradas/MTB 705/MT – 55 65 9986-8101

 

Via RSS de RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Leia em RSS Feeds – Agência Sebrae de Notícias

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo