X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Vida Saudável

O poder dos exercícios diários

O poder dos exercícios diários

Todos nos rendemos ao encanto e sedentarismo de final de ano. Mas existe uma maneira simples de comprometer menos a saúde durante os excessos. Aqui está a solução


Todos nos rendemos ao encanto e sedentarismo de final de ano. Mas existe uma maneira simples de comprometer menos a saúde durante os excessos. Aqui está a solução

O final do ano é a época do ano em que todos nós cometemos excessos e acabamos nos arrependendo depois. Mas um novo estudo sugere que uma rotina diária de exercício deve apagar ou diminuir muitos efeitos prejudiciais do sedentarismo.

Para realizar o estudo, que foi publicado online no Journal of Physiology, os cientistas da University of Bath, na Inglaterra, observaram um grupo de 26 homens jovens e saudáveis.

Todos praticavam exercícios regularmente, nenhum era obeso. As avaliações de saúde, incluindo a biópsia de tecido adiposo confirmou que cada um tinha metabolismos normais e controle de açúcar no sangue, sem sintomas de diabetes.

Os pesquisadores então pediram aos seus voluntários para prejudicar a sua saúde, alterando o seu comportamento para o sedentarismo.

Excedente de energia é o nome técnico para as ocasiões em que as pessoas consomem mais energia, na forma de calorias, do que queimam. Se nada for feito, o excedente de energia contribui para uma variedade de resultados comprometedores de saúde.

Os excessos e a inatividade podem, por si só, produzir um excedente de energia. Juntos, seus efeitos nocivos são exacerbados, muitas vezes num período muito curto de tempo.

Estudos anteriores descobriram que até mesmo alguns dias de inatividade podem desencadear alterações prejudiciais nos organismos previamente saudáveis.

Alguns desses experimentos também concluíram que o exercício afasta os efeitos nocivos desses comportamentos, em grande parte, tem sido assumido, através da redução do excedente de energia.

A prática de exercícios diários afatstam os riscos  à saúde do comportamento sedentário.

A prática de exercícios diários afatstam os riscos à saúde do comportamento sedentário.

Mas os pesquisadores suspeitavam que o exercício pode fazer mais, que poderia ter efeitos fisiológicos que se estendem além de apenas queimar o excedente de energia.

Para testar essa possibilidade, é claro, seria necessário manter o excesso de energia. O método dos pesquisadores eram simples. Eles dividiram aleatoriamente os voluntários em 2 grupos: um foi designado para fazer exercícios na esteira por 45 minutos. O outro grupo não se exercitou.

Enquanto isso, os homens de ambos os grupos foram orientados a parar de se mexer tanto, reduzindo o número de passos dados diariamente, de 10 mil,para 4 mil, como aferido pelo pedômetro.

Os exercícios do grupo que praticou os exercícios não foram contabilizados na contagem de passos. Exceto quando estavam se exercitando, um grupo era tão inato quanto o outro.

Ambos os grupos também foram direcionados para cometer excessos. O grupo que não estava cometendo excessos aumentou sua ingestão calórica diária em 50%, em comparação com o que ingeriam antes, enquanto o grupo que se exercitou consumiu quase 75% mais de calorias.

Acima de tudo, a energia excedente diária dos 2 grupos era a mesma.

A experiência continuou por 7 dias. Em seguida, os 2 grupos voltaram ao laboratório para testes adicionais, incluindo novas medidas de insulina e outro teste de tecido adiposo.

Os resultados foram surpreendentes. Depois de apenas 1 semana, os jovens que não tinham exercido um declínio significativo e insalubre em seu controle de açúcar no sangue e suas células de gordura pareciam ter se desenvolvido um comportamento malicioso.

O sedentarismo compromete a sua saúde em pouquíssimo tempo.

O sedentarismo compromete a sua saúde em pouquíssimo tempo.

Mas os voluntários que tinham se exercitado 1 vez por dia, apesar do excedente de energia, não foram afetados de modo tão drástico.

O controle de açúcar no sangue permaneceu forte e as suas células de gordura exibiram muito menos das alterações potencialmente indesejáveis do que entre os homens sedentários.

O exercício parecia cancelar completamente muitas das mudanças induzidas pela superalimentação e atividade reduzida, afirma Dylan Thompson, professor de ciências da saúde da University of Bath e autor sênior do estudo.

Do ponto de vista científico, este achado sugere que os efeitos metabólicos do sedentarismo são multifacetados.

As diferenças na forma como as gorduras e os hidratos de carbono foram utilizados por cada grupo poderiam desempenhar um papel, como a liberação de certas moléculas de músculos em atividade o que só ocorreu entre os homens que se exercitaram.

O mais importante, no entanto, é a mensagem prática do estudo de que, se você está enfrentando um período de consumo excessivo e inatividade, como as festas e férias de finais de ano, um pouco de exercício diário vai impedir que seu corpo sofra mudanças negativas.

Essa é uma alternativa para se render aos excessos de final de ano, sem prejudicar demais a saúde.

___

Este artigo foi adaptado do original, “The Power of a Daily Bout Exercise”, do Well.

Comente este artigo

Populares

Topo