X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

9 previsões de inbound marketing para 2013


O crescimento do inbound marketing como complementariedade ao SEO, maior controle do retorno em mídias sociais e ferramentas analíticas novas, o que mais podemos esperar de 2013?

O ano de 2012 foi um ano muito intrigante para o inbound marketing. Digo isso porque tivemos novos algoritmos do Google, o Pinterest entrando com tudo nas redes sociais, Instagram sendo vendido ao Facebook e muito mais.

Sendo assim, o que nos espera o ano de 2013? Será que teremos novas tecnologias e expectativas no que se diz respeito a SEO, marketing digital, Relações Públicas e e-mail?

Rand Fish realizou 8 previsões de SEO para 2012 e foi muito bem sucedido em suas adivinhações.

Sendo assim, ele escolheu ir um pouco mais longe e fazer 10 previsões de inbound marketing – e não apenas SEO – para o ano que está começando. Veja o que esperar do marketing digital em 2013.

#1. Nenhuma das ameaças potenciais à dominação do Google chegará perto de atingir o buscador

Já se ouve falar de diversas teorias, desde que a Apple está se metendo no campo das buscas, que o Facebook quer se firmar como um site de buscas, que o DuckDuckGo conseguirá alguma participação no mercado, que a Amazon vai ressuscitar o seu projeto A9 e o Google vai perder a confiança do consumidor.

Além disso, existem outros boatos que provavelmente não afetarão em nada a posição do Google como pioneiro nas buscas.

O Google é praticamente um comportamento padrão para os usuários da internet no mundo e isso vai significa que a participação de mercado do Google até o final de 2013 vai permanecer pelo menos estável e a sua dominância global continuará inabalável.

#2. Inbound marketing estará muito mais nos títulos e perfis profissionais com SEO se tornarão muito mais limitados para os profissionais

Em uma busca na LinkedIn, o termo profissional de SEO supera e muito o termo inbound marketing nos perfis.

Mas, já existe uma tendência entre os early adopters para expandir suas descrições de trabalho e ganhar mais responsabilidade e influência nas áreas que têm um impacto significativo sobre SEO: mídias sociais, Relações Públicas, etc.

O único termo que pode ser potencialmente rival de inbound marketing é o growth hacker, mas que é apenas um termo muito presente no Vale do Silício e a sua definição é ainda menos clara do que inbound marketing.

Ainda sim, veremos estes termos mais presentes nos perfis de empregos e oportunidades em 2013.

Certamente o inbound marketing estará mais presente nos cargos em 2013.

Certamente o inbound marketing estará mais presente nos cargos em 2013.

#3. Mais sites vão se afastar do Google Analytics como o único provedor de monitoramento web

Em 2013 iremos presenciar o crescimento das suspeitas de muitas empresas com os dados analíticos do Google e menos satisfeitas ainda com as análises que o gigante das buscas permite que façamos em sua ferramenta.

Esse movimento pode até começar com ferramentas como o Piwik, Omniture e WebTrends do lado empresarial e o Clicky, Statcounter, Mint, Mixpanel, KISSMetrics, Hubspot e afins para pequenas e médias empresas.

#4. O Google+ vai crescer mais lentamente do que em 2012

No último relatório, de 06 de dezembro, o Google+ teve 135 milhões de usuários ativos vendo as previsões de 500 milhões de usuários irem por água abaixo.

Em 2013 os número provavelmente crescerão entre 1,5 e 2 vezes e muitas pessoas ficarão chocadas se ele atingir a marca de 300 milhões de usuários ativos mensais.

#5. As buscas das lojas de aplicativos continuarão sendo ignoradas pelos marqueteiros

A App Store da Apple e a loja Google Play atraíram muita atenção nos últimos 2 anos, mas não muito esforço de marketing, particularmente quando o assunto é SEO.

As pesquisas dentro das lojas de aplicativos não é como a busca na web. As buscas pelas marcas são algo em torno de 80% nesse mercado e o algoritmo utilizado para classificar os aplicativos é baseado nas palavras-chaves e métricas como downloads com avaliações dos usuários.

#6. Facebook – e talvez o Twitter – vão fazer esforços para expor novos dados significativos para permitir às marcas controlar melhor o ROI de publicidade e participação orgânica

Ambos os serviços de mídias sociais estão deixando de servir seus anunciantes e profissionais de marketing e são os dados que vão mostrar as melhores maneiras de aplicar o dinheiro nas mídias e administrar as contas e os anúncios.

Uma excelente maneira para os marqueteiros seria o rastreamento através do compartilhamento no Facebook e Twitter, que mapeia informações do painel de instrumentos da plataforma.

Por exemplo, 7.514 usuários registrados no Twitter visitaram este website, dos quais 72 tuitaram sobre ele. Mais dados com fontes de ações e acompanhamento de cliques podem fazer as redes ainda mais úteis.

Um bom exemplo é o painel analítico que o Foursquare está oferecendo para as empresas, como é possível ver abaixo.

O Twitter tem muito a se beneficiar com isso, enquanto o Facebook já está próximo de dar mais informações aos seus usuários em seu portal de administração.

Painel do Foursquare

Painel do Foursquare para empresas.

#7. O Google vai introduzir novos protocolos como as meta keywords para Google News, rel=author para os editores e etc.

O Google continua a manter o SEO para o seu motor de busca uma prática complexa e cheia de variáveis que mudam rapidamente, com o lançamento de atualizações e introdução de protocolos de atualizações e novas oportunidades.

Em 2012 nós tivemos o rel=author, a implementação de meta keyword no Google News e as páginas para empresas no Google+, entre outras coisas.

Em 2013 é possível que surjam mais dessas ferramentas para fazer o SEO de empresas e editores web. Não há descanso para as ferramentas de SEO de conteúdo.

#8. O mercado de ferramenta de mídias sociais vai ser um mercado crescente de aquisições

Essa tendência não amplamente noticiada, mas como o mercado de ferramenta de mídias sociais de 2011 em 2012 foi cheio de potenciais aquisições, nos deparamos com uma quantidade surpreendente de serviços que não levavam a lugar algum – alguns desses recursos não estavam nem totalmente prontos para apoiar as suas empresas.

O ano de 2012 apresentou muitas ferramentas sem nenhuma novidade ou utilidade para gestão/informação/programação/análise de mídias sociais do que os outros anos.

Provavelmente, 2013 será o ano em que isso tudo virá à tona e as poucas empresas que se concentrarem substancialmente no social vão devorar as menores empresas que estão muitas vezes menos preparadas para sobreviver aos concorrentes.

#9. Vamos assistir a uma grande aquisição no inbound marketing

Aquisições e IPOs estampam grandes manchetes e fazem o mercado ficar atento ao que está acontecendo.

Em 2010 a aquisição de 325 milhões de dólares da iCrossing pela Hearst Media dominou as manchetes e as buscas das agências que trabalham com informações de aquisições.

Essa aquisição marcou uma das poucas saídas do mercado de SEO e ainda continua a ser a maior transação do segmento.

Em 2013 poderemos presenciar ofertas públicas que podem até superar a aquisição da iCrossing, como por exemplo, a oferta pública pelo Eloqua, em 2012.

O que podemos esperar de 2013?

O ano de 2013 vai se mover rapidamente na nossa rotina. Hoje estamos no início do ano e, quando menos esperarmos, estaremos comemorando mais um Ano Novo.

O ritmo incessante da inovação, mudança e oportunidade tem pouca chance de diminuir a velocidade com que o ano vai passar diante dos nossos olhos.

Espero que essa previsão possa ser útil para você, sua estratégia de marketing e o seu mercado.

Desejamos um 2013 repleto de sucesso e que seja um ano fantástico!

___

Este artigo foi inspirado pelas previsões de Rand Fish no website da SEOMoz, “10 Predictions for Inbound Marketing in 2013”.

ed yowloop d yIlAUoCzA

ed bf FXX uQw

Via RSS de YOW I Soluções para Inbound Marketing

Leia em YOW I Soluções para Inbound Marketing

Comente este artigo

Populares

Topo