X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Cientistas desvendam o mistério das rochas deslizantes no Vale da Morte


Em um lago seco no Vale da Morte, nos EUA, a presença de várias rochas que nos deixam perplexos há décadas. Essas rochas deixaram um rastro de poeira, evidência de algum tipo de força desconhecida que as empurra para frente. E agora cientistas enfim conseguiram observar o movimento das pedras e chegaram a uma explicação: gelo fino e uma brisa suave.

Especulações sobre a origem dessas pedras navegantes vão de ventos com a força de furacões a filmes de algas escorregadias. Nada disso. As rochas estão sendo empurradas por delicadas camadas de gelo que deslizam na areia, uma solução que parece gentil e não-grandiosa demais para ser verdade. Mas a ideia não vem do nada: em 2011, um cientista publicou um modelo de jangada de gelo após realizar experimentos com areia em um recipiente Tupperware.

O mais marcante é que, em um estudo publicado nesta semana na PLOS ONE, cientistas observaram as pedras de movendo pela primeira vez na história. O experimento em si foi iniciado há quatro anos, quando uma equipe de cientistas – incluindo o já mencionado pesquisador do Tupperware – posicionou câmeras e rochas rastreadas via GPS no leito de lago seco de Racetrack Playa. Eles não tinham ideia se as câmeras e o GPS conseguiriam capturar alguma coisa.

fbfffea MLOIrJW U

Via RSS de Gizmodo Brasil

Leia em Gizmodo Brasil

Comente este artigo

Populares

Topo