X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Força e movimento para projetos: um ensaio sobre atração e tração


tração_atração_força_movimento

A cada dia vemos o surgimento de startups com modelos inovadores de negócios e com soluções efetivas para problemas comuns; a formação de equipes com o sonho de criar empresas disruptivas e com grande potencial de crescimento rápido; o conhecimento pela mídia de novos empreendedores que deram início a uma startup e que já chamam a atenção por sua vontade de fazer a diferença; o surgimento de empresas com processos mais dinâmicos de gestão buscando ouvir o cliente desde a concepção do produto, não somente no momento de venda.

A cada dia, entretanto, é mais difícil identificar startups que chegam à fase de tração, na qual a principal preocupação do empreendedor é com o acesso a recursos que lhes permitam alavancar o crescimento dos seus negócios: clientes, faturamento, entre outros. Por que será?

É fato que atualmente vivemos uma realidade muito melhor do que há tempos atrás, entretanto, existe uma dicotomia entre atração e tração que deve ser transposta pelo empreendedor. Chamar a atenção é fácil (atração), o difícil é ganhar e conquistar essa atenção (tração), e isso não se consegue somente estando em evidência com prêmios e sendo matéria na mídia.

É certo que isso faz parte do caminho do empreendedor que busca criar uma startup de sucesso, mas o que deve ficar claro é que a atração é um meio e não um fim, é um meio de se buscar a atenção do cliente! O problema é que a partir do momento que você atinge esse objetivo, para ganhar a atenção dele, você deve ter uma solução satisfatória, caso contrário, você perde o cliente, em muitos casos, para sempre.

É isso que acontece no varejo cujo objetivo das pessoas que ficam nas portas das lojas divulgando os produtos, dos flyers e das ações promocionais é chamar a atenção do cliente. A partir daí, é papel do vendedor ganhar a atenção por meio da efetivação da venda. Com as startups é a mesma coisa! Não adianta ter uma grande ideia e colocá-la na rua antes de se ter uma solução real.

Você não fará a entrega necessária para essa troca e vai existir uma grande possibilidade de não dar certo. Ter foco no negócio é essencial. Não perca de vista o objetivo final de sua startup que está na lógica de criar, entregar e capturar valor. Entender o momento dela é muito importante na sua consolidação no mercado.

Imagem de abertura: 224231944 via Shuttertstock

O post Força e movimento para projetos: um ensaio sobre atração e tração apareceu primeiro em Startupi.com.br.

af vFAQX kY

Via RSS de startupi

Leia em startupi

Comente este artigo

Populares

Topo