X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Lições empreendedoras da derrota do Brasil na Copa do Mundo


derrota_brasil

Uma máxima empreendedora é que sempre dá para aprender com as derrotas. Zoe Henry é editora-assistente da Inc. e reuniu as quatro grandes lições que qualquer negócio pode tirar da derrota arrebatadora do Brasil para a Alemanha por 7 a 1 em um jogo que aconteceu há mais de um dia, mas que continua como ferida aberta na vida de todos os brasileiros.

A Copa do Mundo continua e os finalistas Argentina e Alemanha se enfrentam no domingo. Mas lá também um time sairá derrotado e ele também pode aprender com as quatro dicas abaixo:

1. Não existe “eu” em um time

Muitos atribuem a derrota de ontem às saídas do Neymar e do Thiago Silva. Apesar de ser sempre bom ter pessoas que trabalham bem individualmente e nas quais você pode confiar, garanta que seu negócio consiga ser suportado coletivamente. Todos os empregados devem ser talentosos individualmente e capazes de funcionar de maneira independente. Caso eles não o sejam você pode ser pego de surpresa quando aquele funcionário perfeito pedir demissão e isso ser um golpe para a empresa.

2. Não fique confortável com o seu sucesso

O Brasil sempre é um favorito no futebol, mesmo antes dos torneios. A estatística foi repetida exaustivamente: não perdíamos um jogo em casa desde 1975. Do mesmo jeito, seu negócio pode vir de uma boa fase que dura um mês, seis meses, ou até mesmo um ano. Mas não deixe sua guarda baixar! Você não quer perceber depois da concorrência uma rápida mudança do cenário econômico que pode te prejudicar diretamente.

3. Não subestime a concorrência

O Brasil não colocou na conta do pré-jogo da última terça o plano da Alemanha de 14 anos (lançado em 2002) de fazer renascer o bom futebol do país. O plano envolveu investir nas crianças que jogavam futebol no país para treiná-las do começo. É uma lição de dedicação.

Mesmo que você esteja aproveitando o sucesso da sua empresa, procure sempre por novos negócios que estejam crescendo rapidamente e que podem ser –e serão– sua concorrência. Tudo poderia ser diferente se o Brasil tivesse observado o plano da concorrência e estivesse esperando um golpe? Poderíamos ter nos preparado também e tudo seria diferente.

4. Não chateie os reguladores

Você não vai conseguir levar o “jogar sujo” muito longe. Thiago Silva foi suspenso por ter recebido um cartão amarelo do juiz por tentar roubar –sem motivo aparente nenhum– a bola que estava na posse do goleiro da Colômbia na rodada anterior. Se você levar isso para um extremo: o caso de Jordan Belfort, o “Lobo de Wall Street“, chamou a atenção do FBI primeiro pelo comportamento exagerado e ruidoso de um dos sócios de Belfort. Como no filme, a investigação condenou Belfort.

A derrota do Brasil significou mais do que apenas perder uma partida. O time foi esmagado e terá implicações sociais e possivelmente até políticas (com possíveis mudanças na CBF). Aprenda com os erros da seleção para que sua empresa não receba um golpe inesperado que pode significar o fim.

O post Lições empreendedoras da derrota do Brasil na Copa do Mundo apareceu primeiro em Startupi.com.br.

cff VEzCLQ

Via RSS de startupi

Leia em startupi

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo