X

Busque em mais de 20.000 artigos de nosso acervo.

Novidades pela net

Porto Digital lança site e edital da Incubadora do C.A.I.S.


ba cais do porto incubadora do porto digitalDurante o mês de abril foi realizado um ciclo de três workshops para celebrar o lançamento do novo edital do Porto Digital, considerado um dos maiores parque tecnológico do Brasil. O primeiro em “Marketing e Vendas”, o segundo em “Gestão Empresarial” e, hoje, no dia em que abrem as inscrições, o “Workshop de Modelo de Negócios”.

Atrair público e subsidiar aqueles que querem submeter projetos para a incubadora são os principais objetivos dos gestores do Porto Digital e do C.A.I.S. do Porto. “A partir de maio começaremos a visitar as faculdades de Recife, pelo menos oito delas, para captar projetos”, conta Vitor Andrade, coordenador de Incubação do Porto Digital. A intenção é apresentar o edital, como fazer para se submeter, que tipos de projetos estão sendo focados e os benefícios em fazer parte desse habitat inovador e de puro networking.

Incubação internacionalmente inovadora

A partir de hoje, 26 de abril, estará disponível um hotsite com formulário online, simples e fácil, para que os candidatos possam saber mais sobre o Porto Digital, a Incubadora do C.A.I.S. e o edital. Para poder concorrer ao processo seletivo, o candidato deverá preencher online o formulário do edital, que fica disponível até o dia 22 de junho.

Com uma proposta inovadora de trazer metodologias internacionais que têm dado certo nos Estados Unidos e na Europa, o Porto Digital acredita que conseguirá acelerar startups inovadoras em menos tempo, colocando-as no mercado em até seis meses.  Os modelos que serão aplicados são o Business Model Canvas, uma ferramenta de gerenciamento estratégico, e o Lean Startup, que tem como ideia desenvolver o projeto ao mesmo tempo em que o valida com o mercado, evitando assim perda de tempo e dinheiro.

São 18 vagas abertas para este edital, sendo nove destinadas a projetos que priorizem um dos 10 setores dos principais arranjos produtivos do Estado e outros que despontaram nos últimos tempos, como o naval, e três vagas para eventos esportivos e culturais de grande porte, como soluções para acesso aos eventos, divulgação e promoções. Além dessas, três outras vagas serão voltadas a solucionar problemas relativos à sustentabilidade socioambiental das cidades, como acessibilidade digital, consumo de água, revitalização e utilização de serviços urbanos, e as últimas três vagas para a resolução de problemas em qualquer outra área de interesse para o Estado.

Cais do Porto (incubadora do Porto Digital)

Pré-requisitos e benefícios

Todos podem submeter projetos, pessoas físicas ou jurídicas, estudantes e profissionais, mas é preciso ter no mínimo duas pessoas por projeto. “Desses dois, um tem que ter formação ou, pelo menos, experiência na área de TI (Tecnologia da Informação), para que consiga executar o produto ou trazer pessoas que possam conduzir”, explica Andrade.

Dos 18 projetos que entram na incubadora, dez continuarão após seis meses. “Durante estes meses iniciais, avaliaremos o plano de negócio, trabalhando a fase da ideia, quem consegue desenvolver e executar, se é preciso cursos de capacitação, assessoria e treinamentos. Passado esse tempo, eles deverão se apresentar para uma banca, formada por governo, empresa e academia”, conta Andrade. “Eles mostram o que fizeram neste tempo, pois precisamos criar o senso de urgência no empreendedor. A tecnologia por si só não é mais o diferencial, mas a execução rápida. Não podemos perder tempo”, finaliza.

Os projetos que entrarem na Incubadora do C.A.I.S. terão todos os benefícios das empresas embarcadas no Porto Digital, que vão desde a formação do empreendedor, ao uso da marca Porto Digital, a participação em eventos e feiras, o acesso a cursos de capacitação, o relacionamento com a mídia, até a estrutura “ready to use”, que facilita o rápido início do trabalho sem a preocupação com a montagem do escritório.

Sobre o Porto Digital

O Porto Digital é um dos pilares da nova economia do Estado de Pernambuco, com 200 empresas que faturaram uma média de R$ 1 bilhão (2010) e empregam mais de 6.500 pessoas. Sua atuação se dá em atividades altamente intensivas em conhecimento e inovação, que são software e serviços de tecnologias da informação e comunicação e economia criativa, em especial os segmentos de games, multimídia, cine-vídeo-animação, música, design e fotografia, além de propaganda e publicidade.

Considerado uma referência na implementação do modelo da ‘triple helix’, o Porto Digital é fruto de uma ação coordenada entre empresas, governo e academia, que resultou, após 10 anos de sua fundação (2000), num dos principais ambientes de inovação do País.

ba KIDxWxvo

Via RSS de startupi

Leia em startupi

Comente este artigo
Comente este artigo

Populares

Topo